MÁQUINA DE ESCREVER
BOTÃO DE CAMÉLIA

Fotografia da minha autoria



«Camélia perfumada... com aroma de inverno»


Um botão de camélia perdido
Caído na tijoleira
E um amor que se desfez
Num despir lento
Como matriz que se quebra
Em angústia

Na metade que se refez
Guardando segredos que brotam do chão
A distância virou céu
Ao alcance de um suspiro
De saudades

Alastra-se a miopia
De um amanhã turvo
Onde o botão de camélia
Regressa ao peito ardente
De uma árvore de outono

16 comments

  1. Tanta delicadeza e simplicidade. Amei *.*

    Beijinho grande, minha querida!

    ResponderEliminar
  2. Poema lindo que muito gostei de ler.
    .
    Cumprimentos poéticos.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  3. Tão bonito *.* Muito obrigada por esta partilha tao inspiradora <3

    ResponderEliminar
  4. Andreia um bonito e perfeito o poema, gostei muito dos versos, Andreia bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  5. Oh, que poema mais bonito, como não gostar das suas palavras
    Beijinhos
    Novo post
    Tem Post Novos Diariamente

    ResponderEliminar
  6. As palavras dançam contigo e tu danças com elas <3

    ResponderEliminar