JUKEBOX || BOA SORTE


«Boa sorte dizes tu 
E eu sou tão cismado
Que nem saí deste lugar
Quero dar motivo ao caos
E abro o guarda-chuva
Na minha sala de estar

[...]

Fujo à sorte a sete pés
Porque esta apatia
Pesa menos que falhar
Pus-me a calcular o preço da sinceridade
E não estou pronto para o pagar

[...]

Boa sorte dizes-me
E lavo as minhas mãos
Carrego a superstição
Se faltar-me a folha ao trevo
Eu convenço-me que não sou
Quem prende os meus pés ao chão

[...]

Morro de ciúmes, já virou costume
É fácil levantar mas mais é sabotar-me
E morro de ciúmes, faço o que é costume
Desisto ao chegar e culpo no azar
Parto o espelho, entorno o sal
Sento 13 para jantar
Tenho um gato preto à porta
E outro dia para enfrentar

Entre a espada e a parede
Eu ganho estofo
E ainda me hei-de consertar»

18 comments

  1. Adorei esta música. Obrigada pela partilha.

    Beijinho grande, minha querida! Bom domingo!

    ResponderEliminar
  2. Não conhecia mas vou tomar nota da sugestão!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  3. Excelente escolha <3 Esta musica é uma inspiração :) O Joao é um magico das palavras e da musica :)

    ResponderEliminar
  4. Não conhecia mas gostei! :)

    www.amarcadamarta.pt

    ResponderEliminar
  5. Uma canção que agrada a toda a gente.
    Gostei sobretudo do desenho.

    ResponderEliminar
  6. Gostei muito de ouvir. Deixo o meu elogio ao seu bom gosto musical
    .
    Domingo feliz … saudação poética
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  7. Andreia uma bonita música, você sempre perfeita nas suas escolhas, bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  8. O que te posso dizer que ainda não conhecia mesmo
    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar