LIVROS PARA QUEM QUER LER MAIS AUTORES PORTUGUESES

by - agosto 18, 2020

Fotografia pessoal


«A arte da palavra»


A minha estante é um dos elementos mais especiais da casa. Não só por representar uma das minhas paixões, mas também por acolher, cada vez mais, autores nacionais. Porque esta consciência do talento que existe no nosso país não é de agora, mas faço por a alimentar e priorizar com outra propriedade. No entanto, sinto que permanece uma certa resistência - ou desconhecimento - para abraçar os nossos escritores.

 ESCOLHER OS PORTUGUESES 

Há uns meses, li um comentário no qual era expressada a vontade de ler mais autores portugueses e a dificuldade presente nessa escolha, porque a divulgação acaba por não ser a mais simpática e evidente. E essa observação deixou-me a refletir, uma vez que somos confrontados com a publicidade - e a procura - de lançamentos internacionais, mas os nacionais não têm o mesmo nível de destaque, sobretudo, quando nos focamos em nomes menos conhecidos. Por outro lado, esta falha também é da nossa responsabilidade, visto que tendemos a ser pouco curiosos.

É, perfeitamente, válido preferirmos determinados escritores a outros. E, muitas vezes, não estamos atentos à sua nacionalidade. Escolhemos as obras pelo que nos transmitem, num primeiro olhar, e não tanto pelas restantes componentes. O que me faz confusão é a desvalorização gratuita, como se não existissem artistas de valor em Portugal. Neste sentido, é importante desmistificar que nem todos nos agradarão, porém, existirá sempre algum a encher-nos as medidas. É uma questão de, primeiro, nos predispormos e, depois, de procurarmos alternativas.

 COMO LER MAIS AUTORES PORTUGUESES 

Para quem se interessa por descobrir melhor o nosso panorama literário, sinto que o conselho mais útil que posso transmitir é não terem receio de arriscar. Afinal, qual é o pior risco que podemos correr? Não nos identificarmos? Lamento ser desmancha-prazeres, mas isso pode acontecer com qualquer autor - nacional ou não, conhecido ou desconhecido. Portanto, confiem. E permitam-se explorar esse caminho.

Além disso, para passos mais concretos, podem sempre pedir indicações a alguém que lê escritores portugueses. Estar atentos a blogues e bookstagrams. Pesquisar por autores portugueses nas livrarias online ou pela hashtag #umportuguêspormês [projeto criado pela Sofia Costa Lima]. E, ainda, usufruir dos eBooks gratuitos da Leya. Para vos auxiliar no processo, decidi reunir um conjunto de sugestões com títulos que já li e com aqueles que pretendo adquirir muito em breve.

 LISTA DE SUGESTÕES 

LIVROS QUE LI E RECOMENDO


LIVROS QUE TENHO PARA LER NA ESTANTE


LIVROS PARA ADQUIRIR


A lista é poderia ser ainda mais extensa. Porque o nosso meio literário tem imensa qualidade. Por isso, acredito que é o momento certo para investirmos nos nossos. Sem reservas. E de peito aberto.


Que livros recomendam?

You May Also Like

26 comentários

  1. Excelente post :) O que é nacional é mesmo bom :) Quero ler mais MEC e VHM :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, minha querida! É mesmo *-*
      Somos duas. Quero tanto encher as minhas estantes com as suas obras

      Eliminar
  2. Antes de obrigada, por incluíres o meu último livro na tua lista *.*

    Recomendaria "Autobiografia" do José Luís Peixoto, "Maresia e Fortuna" da Andreia Ferreira, ">Segunda-feira" da Ana Silvestre, "A poesia que sai dentro de mim" de Cláudia Lopes e "O que nos magoa" de Diogo Simões.

    Beijinho grande!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fi-lo com o maior gosto <3

      A Poesia que Sai Dentro de Mim já tive o privilégio de ler. E quero muito ler o do Diogo. Muito obrigada pelas sugestões!

      Eliminar
  3. "Lago" do Filipe Santos, acho que irias gostar ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem me parecia que me tinha esquecido deste! Obrigada pela sugestão :)

      Eliminar
    2. Deixa lá ver se o consigo comprar agora em setembro, estou mesmo curiosa!

      Eliminar
  4. Completamente de acordo contigo. Eu própria já admiti que sou uma devota da Literatura Norte-americana e que por vezes peco por não ler tanto os nossos. Estou a tentar mudar isso. Eu aconselho "Memória de Elefante" do António Lobo Antunes, "O Pintor debaixo do lava-loiças" do Afonso Cruz "O Vale da Paixão" da Lídia Jorge e "O Degrau de Cima" da Margarida Fonseca Santos.

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não deixa de ser uma consequência natural, porque o estímulo puxa-nos nessa direção. Mas querer contorná-lo é maravilhoso, pois ajuda-nos a reconhecer que há outras escolhas que podemos fazer :)
      O Pintor Debaixo do Lava-Loiças é um dos meus favoritos! E também quero muito ler O Degrau de Cima.
      Obrigada pelas restantes sugestões!

      Eliminar
  5. Já li muito na vida. Continuo a ler mas...tenho a estante com mais de 200 livros que não li. Leio outro género de livros...mais profissionais.
    .
    Abraço poético

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai sempre a tempo de os recuperar da estante :)
      O que também é uma excelente escolha

      Eliminar
  6. um daqueles posts para guardar. Li os jogos de raiva do rodrigo guedes de carvalho e recomendo vivamente.

    ResponderEliminar
  7. Nossa são tantos que nem todos conhecia, mas é uma boa opção para conhecer
    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  8. Respostas
    1. Sem dúvida, Francisco. Assino por baixo :)
      Obrigada e igualmente!

      Eliminar
  9. Que publicação boa!!!

    É sempre muito positivo ver pessoas a destacar realmente os autores portugueses e faz-me acreditar que, felizmente, ainda há quem saiba valorizar o que se faz cá, sem "mas" ou "se".

    E é uma honra enorme estar entre nomes tão importantes e cheios de qualidade! 🙏💙



    A Sofia World

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos autores tão maravilhosos e com tanto por dizer, que é um desperdício tremendo não os valorizarmos. E isso não significa deixarmos de ler escritores internacionais. Simplesmente, acho importante percebermos que não é só o que vem de fora que tem qualidade.

      Fazia todo o sentido estar ali 💙

      Eliminar
  10. Não me canso de ler e recomendar João Aguiar

    ResponderEliminar
  11. Somos um povo em nada inferior, a qualquer outro povo habitante deste mundo. Somos um povo de bons escritores, de marinheiros que navegaram por esse mar imenso. Enfrentaram, medonhas, tespestades para chegarem a outros continentes. Já tenho ouvido alguém dizer "Tenho vergonha de ser português". Pois eu tenho orgulho em ser português. Não troco o meu pais por nenhum outro pais deste mundo. É aqui que me sinto bem.

    Tenha uma boa noite Andreia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também tenho o maior orgulho em ser portuguesa. Por vezes, posso ficar desiluda com certos comportamentos, mas isso não é culpa do país. É culpa das pessoas.

      Igualmente, Edumanes

      Eliminar
  12. Eu na verdade sempre li mais portugueses do que estrangeiros. Este ano, 2020, é que estou a abrir os meus horizontes. Apesar das obras magníficas que tenho lido de outros idiomas, não consigo abandonar a minha preferência pelos nossos portugueses. Sempre achei que têm um encanto diferente. Talvez pelo facto de não haver uma tradução pelo meio...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E temos autores tão maravilhosos, que seria uma pena não os descobrirmos, nem os valorizarmos. Claro que não temos de passar de um extremo ao outro, eu continuo a ler literatura estrangeira e adoro, mas também acho importante conhecermos o que é feito no nosso país.
      Sim, há uma proximidade mais direta :)

      Eliminar