MAR DE PALAVRAS // LUTAR CONTRA OS MEUS FANTASMAS

by - julho 14, 2020

Fotografia da minha autoria


Tema: Luta


A confiança nem sempre é o dialeto que me impulsiona. Por vezes - mais do que gostaria -, a sabotagem interior vence. Porque permito que os meus medos me vençam. E, quando eles gritam, eu não sou capaz de gritar mais alto. Afundo-me num mar de incertezas. Inseguranças. Complexos. E sigo sozinha. Nesta estrada onde os espinhos se multiplicam, na quantidade proporcional à minha falta de fé. Persisto. Tento insistir. Mas o vento atrasa-me. Ouço-o e não o entendo. Caio e deixo-me ficar, em claro sinal de desistência. De resistência. Porque é mais fácil aceitar a fatalidade do destino. Todavia, como é que posso lutar por outras vozes - e outras causas -, se nem por mim sou capaz de o fazer? Vivo num deserto. Escureço. Mas percebo que tenho de combater este marasmo. Tenho que me impedir de ser o meu maior inimigo. Portanto, luto. Todos os dias. Com todas as cicatrizes que me moldam a alma. Mesmo que precise de me reerguer a cada nova manhã.

Há lutas intermináveis. Mas, por nós, vale a pena arregaçar 
as mangas e ir. Com todas as nossas armas.


[Publicação inserida no projeto Mar de Palavras]

You May Also Like

34 comentários

  1. Respostas
    1. Concordo totalmente!
      Obrigada, Francisco. Uma ótima semana também para si

      Eliminar
  2. Como eu me revejo nessas palavras.


    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  3. A luta pelo amor próprio e aceitação são sempre intermináveis, mas não podemos desistir de nós mesmos. Ando nesta luta também há uns quantos anos e muitas vezes, perco. O importante é saber que no tapete não iremos ficar por muito tempo. Há sempre algo que nos impulsiona a lutar uma e outra vez. Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É daquelas lutas que, de facto, nunca chegam ao fim, até porque dependem muito da nossa predisposição mental e emocional. Mas, é como referes, não podemos desistir. Por mais difícil que seja, temos que batalhar pelo nosso bem estar. E, se cairmos, levantamo-nos mais fortes

      Eliminar
  4. Todos temos dias de dúvidas, incertezas sobre se o caminho certo é onde estamos... mas o olhar é para cima, o limite é o céu!!

    Beijos e abraços.
    Sandra C.
    bluestrass.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Estou contigo minha querida 🧡 Luto todos os contra os meus fantasmas, o importante é não desistir💪 Excelente texto!

    ResponderEliminar
  6. Belo texto.Nunca devemos desistir de lutar ,seja por o que quer que seja.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada! Sim, sem dúvida, não podemos baixar os braços

      Eliminar
  7. Que grande reflexão, minha querida! Revi-me neste teu texto. Obrigada por o teres trazido.

    Um beijinho grande!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, minha querida! Eu é que agradeço pelo retorno *-*

      Eliminar
  8. O importante é nunca desistir! :D

    www.amarcadamarta.pt

    ResponderEliminar
  9. Que texto mais bonito, o inportante é sempre nunca desistir das coisas e confiar em nós
    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  10. Compreendo-te muito bem.
    Aos 53 anos continuo com essa luta.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sinto que é uma luta para a vida toda. Mas nós conseguimos!

      Eliminar
  11. Basta acordar... esquecer o mau sonho... esfregar os olhos e... encarar a luz do dia...com confiança nos seus passos
    .
    Um dia feliz
    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes não é só um mau sonho. O importante é continuarmos a nossa jornada

      Eliminar
  12. Bom e refletivo texto, desistir nunca...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, querida, Amélia! Pois, isso não pode acontecer

      Eliminar
  13. Um bom lema de vida... Arregaçar as mangas e nunca desistir 😊

    https://checkinonline.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  14. Concordo totalmente com este texto :)

    ResponderEliminar
  15. Há dias mais complicados que outros, mas não devemos perder a nossa luz, aquela que nos distingue da multidão, nem a nossa força de seguir em frente!

    ResponderEliminar