Recuar à infância em 7 passos

Fotografia da minha autoria


«A infância vive a realidade da única forma honesta, que é tomando-a como uma fantasia»
Agustina Bessa-Luís



O passado deve ser encarado como um lugar «de referência», por todas as aprendizagens e memórias que nos permitiu desenvolver e criar. No entanto, é prioritário não construirmos bases por lá, uma vez que corremos o risco de ficarmos presos no seu enlaço. Regressar a momentos felizes pode ser uma forma de recuperarmos alguma motivação que esteja em falta, mas não pode ser o único motor da nossa vida.

Acredito, ainda assim, que a nossa viagem é feita nestes sucessivos avanços, que nos deixam uma janela aberta a retrocessos. E há sempre algo que me faz recuar a uma das fases mais encantadoras e livres do meu percurso: a infância: Por vezes, basta uma música. Noutras, são os reencontros que despoletam as lembranças. Independentemente das suas características e da maneira como se manifestam, existem aspetos que o potenciam e que nos transportam, quase como se se abrisse um portal à nossa frente.

Há elementos que conseguem este desfecho pontualmente. Porém, tenho sete que são infalíveis!


Leite Escolar: Confesso que nunca fui a maior apreciadora de leite, mas este tem um sabor diferente. E, no primeiro intervalo da manhã, fazia as minhas delícias, antes de me perder nas inúmeras brincadeiras no recreio. Durante anos, depois de sair da escola primária, não voltei a beber. Contudo, muito recentemente, a minha mãe trouxe-me um pacote e, garanto, quase me senti de volta à sala de aulas.

Papas de Fruta: Aqueles boiões da Blédina faziam o meu dia. Tão, tão bom! Já não me lembro de comer, mas recordo-me do sabor irresistível e de querer sempre mais do que um. Até já me está a crescer água na boca.

Pilhagem: Nesta família, a arte de pilhar era sempre consentida, mas podia acontecer de duas formas: ou o meu padrinho nos dizia para irmos ao seu bolso ver que moedas estavam por lá perdidas ou, então, atirava-as para o pátio e nós íamos à caça do tesouro visível. Primeiro, fê-lo comigo e com os meus primos. Mais tarde, passamos o testemunho aos meus afilhados. Sempre que falamos no assunto, as gargalhadas são garantidas. E, claro, recuamos automaticamente a esses tempos. 

Gelado Pingu: Íamos a um restaurante e a minha sobremesa era sempre esta - resta saber se pelo sabor em si ou se pela embalagem. E cheguei, inclusivamente, a fazer coleção. No entanto, fui-me desfazendo dos amorosos Pingus, que marcaram o meu crescimento.

Ice Pops: Estes gelados de gelo, passe a redundância, com sabor a fruta não podiam faltar cá em casa, principalmente na altura do verão. Comprávamos os sacos ainda líquidos e colocávamo-los no congelador. Umas horas depois, era vê-los desaparecer a uma velocidade surpreendente, porque eram um absoluto vício. Pela frescura e pelo sabor delicioso.

Cadernetas de Cromos: O Mundial está a despertar práticas de miúdos. Foram vários os intervalos que passei a trocar cromos repetidos. Apesar das sucessivas tentativas, acabei por nunca completar uma caderneta, mas aquilo era uma autêntica aventura. E, verdade seja dita, também enervava um pouco, sobretudo quando comprávamos carteirinhas novas e já tínhamos a maior parte dos cromos. Ainda assim, a satisfação de encontrar um novo e poder colá-lo no respetivo espaço não tinha preço.

Parques infantis: Haverá sítio mais mágico que este? Talvez. Todavia, poucos serão aqueles que nos permitem brincar de uma forma tão livre. A minha zona favorita era a do baloiço. E ainda hoje, se puder, vou-me sentar num. E deixo-me ir ao sabor do vento. Podia passar horas a baloiçar sem sentir qualquer pitada de cansaço. No fim, ainda havia tempo para descer no escorrega. E voltar a subir. E repetir este processo umas mil vezes mais, porque nunca pareciam suficientes.



O que vos faz recuar à infância?

20 comentários

  1. Fizeste me recordar tanto e foi tão bom :) Ir a infância e exatamente isto mesmo e descreveste na perfeicao* também não era mt fã do leite escolar mas adorava o pingo e as cadernetas de cromos :) e adorei essa tua recordação da pilhagem, ideia muito gira e bem pensada*
    Bjinhosss e boa semana*
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  2. Bom dia. Que maravilha de publicação. Adorei. :))


    Hoje:- Conhecer-me-ás no olhar, como ninguém.

    Bjos
    Votos de uma óptima Segunda-Feira

    ResponderEliminar
  3. Child hood is best. you remind all good time i had in school time. Great post.
    My Blog | Instagram | Bloglovin

    ResponderEliminar
  4. É sempre bom recordar o passado e lembra-me bem da troca de cromos da bola, na altura os cromos vinham acompanhados de um rebuçado.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderEliminar
  5. Os baloiços têm um efeito calmante em mim. Sempre foi o que mais gostei e continua a ser. Sou capaz de estar lá horas! Que belo regresso à infância :)

    ResponderEliminar
  6. Tudo aquilo que sei que não volta mais, me faz recuar à infância.😖

    ResponderEliminar
  7. Tento sempre ser sucinta para não cansar! hehehe! ;D

    Sinto tanta falta da infância... Tenho saudades de tudo! Mas principalmente de estar todos os dias ao lado da minha mãe!

    Ótima segunda!

    Beijo! ^^

    ResponderEliminar
  8. Que belas recordações! Tenho saudades do leite escolar, do gelado Pingu e do Super Maxi e dos Parques infantis! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Adorei essa história da "arte de pilhar", divertido demais ~ especialmente essa caça ao tesouro perdido no pátio! :)

    ResponderEliminar
  10. Leite escolar que saudades! não sei porquê, era um sabor muito característico e não há igual.

    ResponderEliminar
  11. Que maravilha o leite com chocolate da escola, era uma correria nos intervalos. E as cadernetas de cromos, finalizei apenas a da branca de neve e os sete anões, era o máximo. Também comias aqueles gelados de gelo com sabor a cola? Os fá. Eu adorava comer aquilo às escondidas xD. E os chupas das spice girls. Que boas memórias :)

    Boa semana, minha querida! Beijinhos!

    ResponderEliminar
  12. No meu tempo, só havia o leite e os cromos :)
    Mas, quem me dera cá esse tempo. Foram muito felizes .
    Beijinhos minha linda.

    ResponderEliminar
  13. Vim cá outra vez só para mandar uma "boca".
    Cuidado com aqueles ajuntamentos no aeroporto Sá Carneiro, olha que anda aí no Porto uma epidemia de sarna, ao que tudo indica, com origem no Estádio do Dragão. eheheheheheh

    ResponderEliminar
  14. Ai Andreia que boas recordações tive agora, sabes que comecei por odiar esses leites escolares? Eu gostava era de leite com chocolate, eheh, mas depois com o tempo passei adorar e quando no final do meus 12º fui estagiar para a escola primária onde andei, tive pena que eles já não tivessem esse leite, tinham um horrível "achocolatado".

    Os gelados Pingu! Quem não adorava!

    Mas mais que tudo, é maravilhoso alguém se lembrar dos gelados que nós na minha cidade chamávamos de "gelados de palheta", é talvez das coisas que mais me despertam saudade, eu adorava ficar com a língua azul com o de amora, ou o de coca-cola, mas também ia bem com o de laranja, morango... Que saudades!!! :D

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar
  15. Da minha infância ficam na memória as brincadeiras ao ar livre...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  16. Fizeste-me recuar no tempo 😊, que nostalgia.
    O leite escolar como me lembro 😋
    O gelado pingú 😂

    ResponderEliminar
  17. Que ótimas recordações! Sabe tão bem recordar alguns momentos e coisas que faziam parte dos nossos dias há uns anos atrás.
    O leite com chocolate da escola, que saudades. Já os boiões de fruta sempre dispensei, nunca gostei de papas de fruta e a minha mãe conta muitas vezes que era impensável meter-me uma colher daquilo na boca, deitava logo tudo fora 😂 Ainda hoje, para mim a fruta tem de ser inteira e nada de a cozinhar :)
    Gostei muito do post :)

    ResponderEliminar
  18. Nem digo nada. Que saudades da minha infância. Altura em que era tão ingénua e poderia continuar assim. :3

    Beijinhos
    www.pirilamposemarte.com

    ResponderEliminar