O que li por aí #68

Fotografia retira do blogue Fala Aeh


«Como é que se esquece alguém que se ama? Como é que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver? Quando alguém se vai embora de repente, como é que se faz para ficar? Quando alguém morre, quando alguém se separa - como é que se faz quando a pessoa de quem se precisa já lá não está?

As pessoas têm de morrer; os amores de acabar. As pessoas têm de partir, os sítios têm de ficar longe uns dos outros, os tempos têm de mudar. Sim, mas como se faz? Como se esquece? Devagar. É preciso esquecer devagar. Se uma pessoa tenta esquecer-se de repente, a outra pode ficar-lhe para sempre. 

(...) Dizem-nos para esquecer, para ocupar a cabeça, para trabalhar mais, para distrair a vista, para nos divertirmos mais, mas quanto mais conseguimos fugir, mais temos mais tarde de enfrentar. Fica tudo à nossa espera. Acumula-se-nos tudo na alma, fica tudo desarrumado. O esquecimento não tem arte. Os momentos de esquecimento, conseguidos com grande custo, com comprimidos e amigos e livros e copos, pagam-se depois em condoídas lembranças a dobrar. Para esquecer é preciso deixar correr o coração, de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar»



Miguel Esteves Cardoso, Como é que se esquece alguém que se ama? 
[In Último Volume]

24 comentários

  1. Tem o dom da palavra este senhor. Tão bonito e intenso. Adorei!

    Boa semana, minha querida! Beijinhos!

    ResponderEliminar
  2. Adorei a publicação. Grande escritor. :))

    Hoje:- Saudosa Viagem...

    Bjos
    Votos de uma boa Segunda-Feira.

    ResponderEliminar
  3. Não se esquece, nunca!
    Beijinhos,
    http://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  4. A vida ensinou-me a esquecer... mas o MEC leu me a alma com estas palavras. Custou mas consegui ;)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  5. Este texto diz me muito. Neste momento estou a passar por una fase que preciso de me libertar de algum peso do passado.

    ResponderEliminar
  6. Lindo!
    "Na esperança de ele se cansar."

    ResponderEliminar
  7. Tão verdade! O Miguel Esteves Cardoso tem mesmo o dom da palavra!

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  9. O relógio marca a hora,
    mais triste é a despedida
    quando pessoa querida
    para sempre vai embora!

    Tenha um bom dia do pai Andreia!

    ResponderEliminar
  10. O tempo e só o tempo, tem o poder de "apagar" as coisas más.
    Beijinho Andreia

    ResponderEliminar
  11. Que excerto bonito. Gostei mesmo :)
    Apesar de ser algo complicado de se falar, de se expressar e de se esquecer, gostei do post e acho mesmo que além do tempo, as pessoas têm de deixar fluir as coisas e os acontecimentos.

    XoXo
    - Helena Primeira
    - Helena Primeira Youtube
    - Primeira Panos

    ResponderEliminar
  12. O tempo cura o sentimento. Deixar ir é o melhor remédio e não é por acaso que tatuei isso. O tempo é nosso amigo, só temos que aproveitar
    Excelente texto minha querida <3

    Beijinhos,
    DEZASSETE

    ResponderEliminar
  13. Não é fácil de esquecer. Há quem diga que só esquecemos um grande amor, encontrando outro. Sou a prova disso mesmo. Comecei a esquecer a grande paixão que tinha quando conheci o Tiago. Mas depende imenso. É sobretudo muito difícil esquecer as pessoas com quem já convivemos um dia. Ótima partilha. Beijinhos 😘

    ResponderEliminar
  14. Este texto diz tudo.
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  15. Adorei! Identifiquei-me tanto. Parece que fui eu a escrever porque é exactamente o que penso!

    ResponderEliminar
  16. Obrigado, meu doce :D Afinal já te dei a conhecer uma coisa nova!

    Gosto tanto do Miguel Esteves Cardoso! Na grande maioria das vezes identifico-me imenso com o que escreve :) "Acumula-se tudo na alma" tão eu, tão eu!

    NEW DECOR POST | LET YOUR HOME SMELL GOOD! <3
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  17. Nunca se esquece aqueles de quem gostamos...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  18. Very deep.It says: "Loving is short ,forgetting is long" .
    My Blog | Instagram | Bloglovin


    ResponderEliminar
  19. Tão bonito e tão verdade. Vai-se esquecendo, devagar, mas é possível. Com tempo, com ajuda, com vontade. Custa, mas a gente consegue :)

    ResponderEliminar
  20. Bem verdade... amigos, livros, copos e mais umas quantas coisas para ajudar a esquecer nem que seja momentaneamente até a "coisa" se tornar menos difícil. :)

    ResponderEliminar