As minhas viagens de metro #62

Fotografia retirada do pinterest

«Quando os ventos de mudança sopram, umas pessoas levantam barreiras, outras constroem moinhos de vento», Érico Veríssimo


O tempo está a mudar 
Sinto o peso 
Da roupa de inverno 
A libertar-me o corpo 
O vento sopra 
Pausadamente 
Há uma luz mais terna 
E duradoura 
Que incandesce
E a noite demora a chegar

Sinto-me em mudança 
A sofrer 
Pequenas metamorfoses 
Como se eu fosse 
Uma das estação do ano 
Perdi as folhas 
Colori-me 
De tons neutros
E intemporais
E, agora, sinto o sol 
A queimar 
Os meus cabelos

E conto as horas 
Para chegar à sensação livre 
Dos dias de primavera 
Falta só mais um pouco 
Para perder esta camada 
Velha e gasta 
Que me cobre
Aos poucos 
Transformo-me 
E vivo 
Em função de um tempo 
Que se constrói 
Com o passar lento 
Dos dias


M, 06.03.2015 

23 comentários

  1. Que poema lindo Andreia! Também me sinto um pouco assim, em autêntica metamorfose, como o tempo :)

    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
  2. Que poema tão bonito! :)

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Poema inspirador e essa frase não fica atrás :) as mudanças deixam me mais leve, gosto muito :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  4. Excelente Poema.

    Hoje: - Magia sem sumo
    .
    Bjos

    Votos de boa Terça-Feira

    ResponderEliminar
  5. É um shampoo incrível! ;D

    Transformações são sempre bem-vindas! Ainda mais as coloridas!

    Ótima terça!

    Beijo! ^^

    ResponderEliminar
  6. foste tu que escreveste isto? está tão bonito!

    r: tens de ouvir valter lobo, se ainda não conheces! acho que vais gostar! deixei hoje uma música dele no meu post :)

    ResponderEliminar
  7. Adorei o poema! Deverias trazer mais, mais vezes. Beijinhos

    www.carolinafranco.pt

    ResponderEliminar
  8. Lindo poema, sem dúvida:)

    r:se encontrar um "lixo " igual eu mando para ti ahahahaha
    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Que lindo poema! Enche o coração e espelha tão bem o amor pela mudança das estações e sobretudo pelas mais floridas e quentes :) Honestamente a Primavera e o Verão são as minhas estações de eleição .
    Tens tanto jeito querida! Beijinhoa*

    ResponderEliminar
  10. Que poema tão inspirador com uma imagem que o faz transparecer ainda mais
    Que blog encantado!

    ResponderEliminar
  11. A Primavera a chegar! Tão bom! Outra alegria, outro cheiro, outras vontades...! :')

    ResponderEliminar
  12. Bela imagem arrasou amei o poema, obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  13. Sem dúvida, um poema lindíssimo.
    Cada vez gosto mais da forma como escreves.

    R.: Obrigada, tão querida. Tenho andado sem cabeça para o blogue mas vou tentar estar mais por cá.

    ResponderEliminar
  14. Lindo poema e o outono tá chegando né?!
    Aquele friozinho gostoso, amei a imagem, bjus.

    ResponderEliminar
  15. Lindo demais! É tão bom saber que tudo vai se transformando, né?! ;)

    beijos!


    https://ludantasmusica.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  16. Adoro, mesmo bonito.
    Mas ainda não sinto a primavera à porta ahah, anda um frio por estes lados :p

    R: Obrigada minha querida <3

    ResponderEliminar