Entrelinhas #32

Fotografia da minha autoria

«(...) Deste acontecimento trágico decorre o encontro improvável entre Philippe e Abdel, um jovem rebelde dos subúrbios de Paris que é contratado como auxiliar para cuidar de Philippe»


Um livro cativa-me pelo seu mistério, pela sua imprevisibilidade, pela capacidade que o autor tem para mencionar o óbvio que fica, muitas vezes, esquecido e pela envolvência. Acredito que a maior parte, não sendo autobiográfica, transporta sempre algo de pessoal, nem que seja a opinião do escritor sobre determinado assunto. No entanto, há uma magia distinta quando sabemos que a história é escrita na primeira pessoa, como é o caso d' O Segundo Fôlego.

Philippe Pozzo Di Borgo tem uma vida relativamente tranquila, com um excelente emprego, e está desejoso «de criar e deixar a sua marca». E aproveitou todos os momentos, sem ter de abdicar de algo. No fundo, sempre teve e fez o que quis, até que um grave acidente de parapente lhe comprometeu todo o seu futuro. Uma característica interessante das narrativas verídicas é que este enredo podia ser de outra pessoa que não Philippe. Há uma proximidade diferente, porque as descrições têm detalhes muito mais concretos. E, ainda que seja difícil perceber toda a magnitude de se ficar tetraplégico, acaba por não ser uma realidade tão abstrata, porque o autor nos faz chegar os acontecimentos com outra profundidade.

Este livro é, portanto, bastante realista, mas muito cómico também, pelo facto de articular toda a parte dramática e as peripécias de uma amizade improvável de uma forma muito natural. A personagem principal passa por situações delicadas. E vê-se obrigada a reajustar a sua vida. Gerir toda esta carga emocional nem sempre é fácil, mas não tem que ser um pesadelo, desde que não nos fechemos para o mundo, até porque, em muitos casos, o auxílio chega por parte de quem menos estamos à espera. E torna-se igualmente especial.

Com uma boa dose de adrenalina, recordações do passado, referências à dor da perda e passagens emocionantes, vamos acompanhar a convivência humorada de dois amigos, tão opostos e tão iguais. Além disso, numa visão mais introspetiva, compreendemos aquilo que muda, aquilo que fica e o que falta. Sentimos o sofrimento, ao mesmo tempo que sorrimos perante as conquistas. E há uma ideia que fica bem presente nesta leitura: uma reviravolta desta dimensão deixa marcas irrefutáveis e intemporais.

O Segundo Fôlego é um relato inspirador, corajoso, que nos convida a olhar para todas as circunstâncias do nosso percurso com persistência, de mente aberta e sem as darmos por garantidas. Porque a nossa vida pode mesmo mudar num segundo. Mas recursarmo-nos a afundar mantém-nos psicologicamente saudáveis. Melhor que isso só termos ao nosso lado as pessoas certas, ainda que não o pareçam à primeira vista!


Deixo-vos, agora, com algumas citações:

«O sofrimento mata a memória. As pessoas que não são inválidas envelhecem acumulando histórias e desgostos; eu sou uma tábua rasa de toda e qualquer lembrança» (p:13);

«Tenho saudades das sensações que punham à prova os meus limites. Agora, este corpo de fronteiras incertas já não me pertence» (p:36);

«Onde quer que esteja no mundo, ela é o único universo que conta para mim. À noite, abraçados um ao outro, nus na nossa grande cama, sussurramos sobre crianças, sobre a certeza de nos amarmos, sobre a ternura dos corpos. Nesta terra que incessantemente percorri, a minha única descoberta é esta cama grande» (p:55);

«É insuportável, vaidoso, orgulhoso, brutal, inconstante, humano. Sem ele, eu teria morrido de decomposição» (p:97);

«Por trás das pálpebras, pela primeira vez na minha memória virgem, apareceu um brilho. Fixei durante muito tempo um deserto e dunas quentes. Mergulhei neste novo torpor. E vi, vi-a. Não a si» (p:199)

21 comentários

  1. Já vi o filme e gostei imenso. É uma enorme lição de vida e uma inspiração.

    Recomendo =)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  2. Vi o filme e aconselho é um filme fantástico o livro não deve ficar atrás.
    Continuação de boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  3. Os teus reviews cativam-me tanto :) Fiquei bastante interessada no filme no e no livro :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  4. fiquei com muita curiosidade quanto ao livro (:
    segui o blog.

    http://arrblogs.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Bom dia. Não vi o filme nem li o livro. Mas gostei da sugestão
    .
    Tema de Hoje
    *** NATAL - OS DEGRAUS DA NUA ESSÊNCIA ***
    .
    Deixando um abraço amigo
    .

    ResponderEliminar
  6. Não li o livro mas vi o filme, gostei!

    ResponderEliminar
  7. Não conhecia, mas fiquei bastante intrigada. Gostei da parte em que referiste que é muito cómico. Apesar de tudo o que aconteceu, acho que existe sempre alguma parte engraçada e é por causa disso que já meti na minha lista :b

    Beijinhos,
    DEZASSETE | INSTAGRAM

    ResponderEliminar
  8. Parece ser um bom livro.
    Obrigado pela sugestão.
    Continuação de boa semana, amiga Andreia.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  9. Já vi o filme, gostei muito :). Como já vi o filme, agora não me sinto muito atraída para ler o livro ( gosto sempre de ler os livros antes de ver os respetivos filmes), mas talvez lhe dê uma oportunidade.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  10. Se o livro tiver a mesma qualidade que o filme... então é espectacular!

    Beijinhos,
    O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'

    ResponderEliminar
  11. Quase que li o livro, mas na altura achei caro e nao comprei. Talvez numa proxima :)
    Beijinhos linda.

    ResponderEliminar
  12. O filme não vi,
    não li o livro
    por isso aqui
    em silêncio fico!

    Tenha uma boa tarde Andreia.

    ResponderEliminar
  13. Se não fosse a cada do livro não associaria ao filme, os nomes nada têm a ver :s
    Nunca li nem vi o filme, mas deve ser uma história fantástica!

    ResponderEliminar
  14. Parece um livro bem dosado de drama e humor, a foto ficou gira.
    bj

    ResponderEliminar
  15. Já vi este filme várias e várias vezes e nunca me canso! Além de toda uma amizade apaixonante ainda se alia a uma parte cómica cheia de boa energia. Adoro!

    R: acredita que serão muito úteis! E se tiveres essa possibilidade não hesites! :')

    ResponderEliminar
  16. Nunca li o livro nem o conhecia, mas fiquei curiosa! Parece-me ser genial! Beijinhos

    www.carolinafranco.pt

    ResponderEliminar
  17. Já ouvi falar do filme mas nunca vi.
    Fiquei curiosa para ler o livro.

    ResponderEliminar
  18. É exatamente isso, meu bem :) Nada como oferecer coisas que, efetivamente, sejam úteis :P

    sou muito fã de livros realistas e acho que ia adorar ler este... Que história incrível!! Obrigado por detalhares tudo tão bem!

    NEW REVIEW POST | When do GREEN CLAY MASK and turn the SHRECK. :D
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  19. Este livro deve ser fantástico, já vi o filme (até falei dele no blog) e gostei imenso, mas acredito que o livro ainda nos dê outra visão. Se ainda não viste o filme, aconselho mesmo, é de ficar com o coração quente :)

    ResponderEliminar