Diz-me por onde andas #11


«No fundo de um buraco ou de um poço acontece descobrir-se as estrelas», Aristóteles


Jardins do Palácio de Cristal. No passado dia 19 de fevereiro, aproveitando o pretexto de ser o último dia da Feira do Livro, fui passear por este lugar mágico, do qual nunca me cansarei.
 
Em traços muito gerais, podemos ver os jardins, a Biblioteca Municipal Almeida Garrett, o Pavilhão Rosa Mota, a Casa do Roseiral, os miradouros com panorâmicas deslumbrantes sobre o Douro e a cidade, esculturas variadas, uma gruta, a fonte da Rua de S. Jerónimo e mais alguns espaços que merecem especial atenção. Só para contextualizar um pouco a sua história, «Os Jardins Românticos do Palácio de Cristal ocupam uma área de 8 hectares e foram projetados no século XIX pelo arquiteto paisagista alemão Émille David». Do projeto inicial, permanecem: o Jardim Émille David, a Avenida das Tílias e dos Plátanos, o Bosque e a Conceção das varandas sobre o Douro. Relativamente às infraestruturas disponíveis, encontramos wc público, cafetaria/restaurante, campos desportivos (futebol e basquetebol), parque infantil e parque de merendas e o Centro de Educação Ambiental (CEA), que «tira partido do património botânico e da dinâmica lúdica e cultural que o rodeia, num esforço mobilizador para o aumento da consciência ambiental coletiva da população utente».

Fazendo justiça ao nome, não faltam jardins. E todos são detentores de uma beleza magnífica. São eles: o Jardim das Cidades Germinadas, o Jardim Émille David (anteriormente referido e que se localiza na entrada principal), o Jardim das Aromáticas e o Jardim dos Sentimentos. Além disso, somos rodeados pela variada flora e árvores classificadas. E também recebemos a visita de alguns animais (gaivotas, pombas, pavões, galos, garnisés). É, igualmente, nestes jardins que podemos apreciar as inúmeras esculturas existentes. 

Observando com mais detalhe determinadas zonas, o Pavilhão Rosa Mota foi assim batizado como homenagem à atleta portuense (anteriormente era conhecido como Pavilhão do Desporto). Foi inaugurado em 1956, substituindo o famoso Palácio de Cristal, demolido em 1951. Tem a estrutura de calote semi-esférica e, para além das valências desportivas, é utilizado para atividades recreativas e culturas. A Feira do Livro, precisamente, decorreu no seu interior. Com a duração de um mês (19/01-19/02), tinha bancas com livros para todos os gostos, algumas delas com promoções: livros até 5€, livros até 7,50€, livros até 10€ e «leve 10 livros por 5€». No total, adquiri três. Prosseguindo a viagem, chegamos à Avenida das Tílias, onde encontramos a Biblioteca Municipal Almeida Garrett que, na minha opinião, é fantástica. O espaço é bastante agradável e está muitíssimo bem equipado. Recorro várias vezes lá e não podia estar mais satisfeita. A maior parte dos seus serviços é gratuita. E o facto de estar aberta ao sábado é uma mais-valia (para mais informações, visitem o site aqui). Para além da Biblioteca, vemos a Concha Acústica e a Capela de Carlos Alberto da Sardenha (Capela do Rei Carlos Alberto).

Contíguas aos Jardins dos Palácio de Cristal encontram-se: a Casa Tait (ou Quinta do Meio) e a Quinta da Macieirinha. A Caisa Tait foi a residência de várias famílias, ficando na posse de William Tait em 1900. É constituída por jardins e uma pequena mata de livre acesso. Aqui podemos admirar a coleção de rosas, camélias e a panorâmica da barra do rio Douro. A Quinta da Macieirinha integra o Solar do Vinho do Porto e o Museu Romântico, que «continua enquadrado pelo jardim, pelo bosque e antigos terrenos agrícolas, que lhe emprestam um bucólico ambiente romântico. Os seus espaços interiores pretendem reconstruir uma habitação da alta burguesia tripeira de Oitocentos». Já tive a oportunidade de o visitar quando frequentava o secundário. Contudo, as memórias não são muitas e quero revisitá-lo. Aos fins de semana a entrada é gratuita.

Localizado no centro do Porto, os Jardins do Palácio de Cristal são uma excelente opção para passar o dia. Quer seja sozinho, com amigos ou em família!


Continua...

You Might Also Like

18 comentários

  1. Princesa, eu penso o mesmo sobre este sitio magico, e dos meus sitios preferidos da nossa cidade desde sempre :)
    Este post fez-me bem a alma, muito muito obrigada :)
    Bjinhosss e boa semana*
    Podes ver aqui o meu post sobre este espaco magico com fotos da minha autoria :)
    https://matildeferreira.co.uk/2016/06/05/jardins-do-palacio-de-cristalporto/

    ResponderEliminar
  2. É realmente um sitio encantador e de grande beleza e com a feira do livro ainda fica mais valorizado o espaço.
    Um abraço e boa semana.
    Andarilhar || Dedais de Francisco e Idalisa || Livros-Autografados

    ResponderEliminar
  3. Lugar belíssimo e emblemático da cidade, já lá estive algumas vezes. Em 2012 fui ver um concerto de tributo aos Pink Floyd e no ano passado estive na Feira do Livro. Vale a pena desfrutar da beleza :P

    r: A ideia também era serem muito diferentes, para mostrar ao público jovem que a amizade pode ser um sentimento maior que a diferença :)

    Boa semana, minha querida! Beijinhos!

    ResponderEliminar
  4. adoro e adorei este teu post :)

    e as aulas de tai chi quando vem o bom tempo? maravilhosas!

    boa semana

    ResponderEliminar
  5. Eu cresci no Palacio de Cristal. Os meus pais trabalhavam lá quando eu era criança, antes de se ter tornado no Rosa Mota. Adoro esse sítio! =) Gostei muito do teu texto!

    www.anafernandes.ch

    ResponderEliminar
  6. E andas por locais lindíssimos. Gostei imenso do post! Adorei visitar o Palácio de Cristal e os seus jardins =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Nunca nunca aí fui e tenho imensa curiosidade! Talvez fique para este ano, lá mais para o meio do ano. Quando vens cá a Lisboa?

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde, o loca e todo o seu envolvente é fantástico.
    AG

    ResponderEliminar
  9. Que maximo esse sitio arrasou, tenha uma semana abençoada, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  10. Um sítio magnífico sem sombra de dúvidas :)

    ResponderEliminar
  11. Adoro os jardins do Palácio de Cristal, adoro!!! E já não vou lá há anos, que saudades. Concordo, é um sítio lindo e mágico.
    Não conhecia a história desse local.
    Beijinhos e boa semana :*

    ResponderEliminar
  12. É estranho...Logo eu que amo o porto...Nunca entrei no palácio de cristal nem no Serralves
    Kis , :=}

    ResponderEliminar
  13. É um lugar muito bonito para passear, gostaria de conhecer sorte de quem mora aí perto, Andreia bjs.

    ResponderEliminar
  14. À muitos anos que não vou lá...mas quero voltar em breve.


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  15. O jardim dos sentimentos é o mais querido não é?

    ResponderEliminar