Noite

Imagem retirada do google

«Todos temos uma noite para lá de nós», José Luís Peixoto


A noite já se faz sentir lá fora. Há escuridão. A rua está deserta. O silêncio só é quebrado pela brisa suave. E pelos sons residentes do lado de fora da janela.

Continuo a esperar por ti. Olho em meu redor. E apenas vejo partes de ti espalhadas em cada canto da casa, em cada recanto da minha alma obtusa e inconformada. Olho em frente, mas tu não estás. Por entre as janelas sinto o frio da noite a chegar, mas não te traz com ele. No meu coração sentia o desejo. E ouvia a constante repetição das palavras «antes trouxesse».

Pego em meia dúzia de folhas. E num lápis. E trago a guitarra clássica para perto de mim. Escrevo incessantemente, por entre as linhas das folhas ainda brancas. As frases soltas que se formam talvez não sejam dignas de ti, mas vão-te descrevendo. Imaginando. Chamando. Ao fundo, como se fosse um eco quase impercetível, o relógio vai marcando, em compasso certo, as batidas da tua ausência. Uma. Duas. Três. Repetindo-se o processo por uma série de vezes que deixei de saber contar. 

Fui escrevendo para ti em silêncio. Ignorando que o tempo continuava a passar por mim. Ainda está noite lá fora. Tu ainda continuas longe de mim. Saltei da janela e fui apreciar as estrelas. Parecem mais. Com um brilho mais intenso. A melodia que os meus dedos aprenderam a dedilhar ficou em suspenso, mas quase que podia jurar que continuava a ouvir os acordes que a saudade provoca. Sinto-te tão perto, mas permaneces inatingível. Como as estrelas. Como este amor que me cresce no peito ao ponto de sufocar, por não te ter. Suspirei. Um suspiro tão profundo e perturbador. E sem saber muito bem como, movi o meu corpo no sentido inverso e entrei em casa.

Olhei o relógio. E senti o vazio da escuridão que agora passou para a parte de dentro do meu quarto. Da sala. De mim. Os primeiros raios de sol aqueceram-me a pele, mas o choque com o meu corpo gelado fez-me recuar. Lembrei-me do teu sorriso. E uma nova badalada transportou-me para uma realidade paralela, talvez criada pela loucura onde me sinto a afundar. E de olhos fechados, foi como se a tua mão pousasse sobre o meu ombro descoberto. Deixei-me cair no teu abraço inexistente e perdi-me na ternura das palavras que nunca chegaste a pronunciar ao meu ouvido. 

Aconchegada. Adormeci para te encontrar. Adormeci para não te (voltar a) perder. 

You Might Also Like

16 comentários

  1. Tal e qual como eu. É impensável andar com as peles todas soltas :( Causa um desconforto enorme!
    O Labello será sempre o eterno. Nunca desilude!

    Às vezes sabe bem ter deste género de noites "perdidas"... Quanto mais não seja em devaneios. Muito bom texto. Como sempre <3

    NEW REVIEW POST | Sea Greece: Gel and Scrub – Organic Product to Know.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  2. Gostei bastante do que li e este final é fabuloso - Adormeci para te encontrar. Adormeci para não te (voltar a) perder.
    Um abraço e bom Fevereiro.
    Andarilhar || Dedais de Francisco e Idalisa || Livros-Autografados

    ResponderEliminar
  3. Adorei como não poderia deixar de ser. Profundo, forte e sentimental como é sempre tudo o que escreves.

    Uma boa quarta-feira! beijinhos :*

    ResponderEliminar
  4. Andreia, que bonito texto, adorei cada palavra! =)
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  5. Poderoso texto. Adorei o último parágrafo
    Kis :=}

    ResponderEliminar
  6. Melhor só quando todos os sonhos se tornam realidade :)

    ResponderEliminar
  7. Já que a perda é inevitável o melhor é voltar a dormir e sonhar pois o sonho vem de encontro ao nosso desejo de ter juntinho o nosso amado
    Que texto maravilhoso minha amiga. Parabéns!!!!
    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde, é a saudade com sentimentos lindos e fortes, na vida é uma questão de tempo para que tudo volte ao lugar.
    AG

    ResponderEliminar
  9. As tuas palavras são sempre tão boas de se lerem! Adoro adoro!

    Beijinhos
    That Girl

    ResponderEliminar
  10. Excelente texto, adoro cada palavra tua, tocas na alma :)
    Continua por favor :)
    Bjinhosss, princesa*
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  11. O modo tão real como consegues transmitir os sentimentos, deixa-me sem palavras. :)

    ResponderEliminar
  12. Perfeito ! Adorei!

    www.culturadeescape.blogspot.pt/

    Become part of Cultura de Escape World:
    Facebook PageBloglovin'Blogs de PortugalGoogle +InstagramPinterest

    ResponderEliminar
  13. Texto encandador amei, Obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal: https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  14. É mesmo, meu anjo... Ainda para mais sendo um produto Bio :D

    NEW OUTFIT POST | 10 FACTS ABOUT ME.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar