[Contra]Tempo

Imagem retirada do google

«Eu sou do mundo», Os Azeitonas


Perdi-me no tempo
Ser ter o tempo contado
[Mas que vai decrescendo]
Olhando o mar sereno
De memórias infinitas
[E insubstituíveis]
Esperando um futuro
Que pode
Ou não
Chegar
 
Perco o fôlego
E a razão
[E a certeza de que sou]
E perco o mundo
Guardado em mim
[Na palma da mão]
Sem sequer imaginar

E à beira do abismo
Suspiro
Sustenho a respiração
E fecho os olhos
E fundo-me num voo
Harmonioso 
Delicado
Que o vento provoca nos meus caracóis 

E salto o medo
[De ser do mundo]
De não sair daqui!

You Might Also Like

10 comentários

  1. Brilhante. Adoro!

    Beijinhos querida! :* <3

    ResponderEliminar
  2. Tenho alguma dificuldade em comentar poesia, mas posso dizer que gostei.
    Um abraço e continuação de boa semana.
    Andarilhar | Dedais de Francisco e Idalisa | Livros-Autografados

    ResponderEliminar
  3. Poesia....Tu és poeta....Adoro. desculpa o tempo que não te visito.vou retomar...
    Kis:(

    ResponderEliminar
  4. A música é tão gira :), a letra é magnífica.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Gosto mesmo muito :) Ai o tempo, tanto esta a nosso favor... como contra, so depende de nos :)
    Bjinhosss e boa sexta feira 13 :)
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  6. Letra sensacional perfeita para nós, acho que todos nós por uma vez perdemos no tempo, Andreia bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar