O que li por aí #42


«Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes a bater à porta. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar. Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais. Ama-se pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca...», Martha Medeiros

You Might Also Like

13 comentários

  1. Hello from Spain: great reflection. Keep in touch

    ResponderEliminar
  2. Estou de acordo o amor é mesmo um mistério e às vezes completamente irracional.
    Um abraço e boa Quarta-feira.

    ResponderEliminar
  3. Eu diria que amamos de verdade quando amamos simplesmente e não percebemos (de todo) porquê.

    ResponderEliminar
  4. Que lindas palavras. Adorei mesmo. São de uma simplicidade enorme mas são mesmo verdadeiras. O amor é imprevisível, em todos os sentidos ;D
    Blogger @ The Girl In Jeans
    Arts&Crafts @ Três Azul

    ResponderEliminar
  5. Ou porque "quanto mais me bates, mais gosto de ti". ahahahah

    ResponderEliminar
  6. Muito lindo
    Acho certo, mas tambem o outro e importante mesmo

    Beijinhos querida

    ResponderEliminar
  7. Essas palavras são tão verdadeiras! E identifico-me muito com a parte de "amar pelo mistério"!

    ResponderEliminar