Quero #8


Comprar o livro «Diogo Piçarra em Pessoa». Não só por ser mais um trabalho de alguém que admiro bastante, mas também pelo objetivo que está inerente a este projeto! 


«A obra de Fernando Pessoa é um património valioso da cultura literária portuguesa. Lê-la, estudá-la e interpretá-la é um desafio exigente e aliciante, que te é lançado pelos teus docentes, durante o percurso escolar. Neste livro, Diogo Piçarra vai mais além e lança-te um repto diferente: uma abordagem ímpar à obra de Pessoa. Numa procura incessante de auto e heteroconhecimento, Diogo encontra-se em Pessoa, selecionando e reconstruindo 20 dos seus poemas, revisitando, igualmente, a sua heteronímia (Álvaro de Campos, Alberto Caeiro e Ricardo Reis). Fá-lo tendo como alicerce as próprias vivências e, tal como Pessoa, torna-se plural, revelando três dos seus heterónimos e respetivas histórias de vida (Luna Thea, Walter Ego e Ingenuo Garcia). Estes, ao longo do livro, confrontam-se com os heterónimos de Pessoa, resultando, desse confronto, a edificação de diálogos estimulantes, acompanhados por ilustrações interpretativas, que te auxiliarão na descoberta e análise da obra de Pessoa.

No livro, encontrarás espaços de criação, que o Diogo Piçarra libertou, para que possas também executar este exercício de reconstrução da obra pessoana. Assim o faz, na expectativa de que também tu te encontres em Pessoa».

You Might Also Like

17 comentários

  1. Parecesse interessante e o Fernando Pessoa é uma fonte inesgotável.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderEliminar
  2. Interesante post!!!!
    Buen comienzo de semana, guapa!!!:)))

    Besos, desde España, Marcela♥

    ResponderEliminar
  3. Ainda não me debrucei sobre este livro, mas fico contente por ver o Diogo cheio de ideias e projetos e a conseguir realiza-los. Um autêntico e enorme artista.

    Beijinho
    Rui Quinta
    www.ruideviagem.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Fiquei mesmo curiosa ;)

    Está semana sai o DVD do Principezinho com o Expresso ;)

    ResponderEliminar
  5. Não sabia obrigada pela partilha certamente tenho de ir espreitar o livro.

    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. Este blog está a ficar quase a secretaria de estado da cultura. eheh
    Serviço público gratuito, é aqui. ahah
    Já agora, obrigado pela dica (Mentes Criminosas). Já configurei a box para gravar a temporada e ontem ainda vi 2 episódios. Assim é mais prático. A box funciona como "filtro", pois só grava esta temporada.
    Gracias. :)

    ResponderEliminar
  7. óbvio que a minha pessoa ficou embasbacada quando viu isto nas redes sociais dele!
    Na quinta passada já encomendei na wook, tinha que o ter! *.*
    E não é caro!!

    ResponderEliminar
  8. que giro nao sabia da sua existencia, e quando vi a imagems pensei que fosse algum cd visto que o diogo é cantor, pensei eu que talvez podessem ser cds do fernando pessoa cantados por diogo piçarra, mas quando comecei a ler o post e referiste que era um livro fiqie curiosa, porque acho que fernando pessoa e dos melhores escritores que pode haver

    ResponderEliminar
  9. eu fui à apresentação deste projeto incrível em Braga. Fiquei surpreendida com o Diogo, não o conhecia assim..
    Não comprei o livro na altura mas espero vir a tê-lo pois o conceito está extraordinário. Acho um projeto realmente brilhante e o Diogo um miúdo cheio de coragem por abraçá-lo. Adorei a apresentação e do que vi, o livro está muito bem conseguido

    ResponderEliminar
  10. eu quero tanto ir ver um espetaculo dele!!!

    ResponderEliminar
  11. Interessante, adoro Fernando Pessoa!
    with love, KATE ❤

    ResponderEliminar
  12. Parece ser interessante!

    http://checkinonline.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Parece-me deveras interessante. Não conhecia este projecto do Diogo :)

    ResponderEliminar
  14. Confesso que quando vi este livro fiquei com vontade de o ter por ser do Diogo, mas depois de ler este post.... Parece-me interessante, acho que vou adquirir. Até porque na escola fazem com que não apreciemos como deve ser o senhor Fernando Pessoa.

    ResponderEliminar
  15. Parece-me ser bastante interessante, não fosse eu uma apaixonada por Pessoa!

    ResponderEliminar