As minhas viagens de metro #40


«Eu me renovo quando fico sozinha», Marilyn Monroe


Quando chego a casa quero desligar-me do mundo. Quero ficar em silêncio e aproveitar a calma que as horas de rua não me permitem ter. Entro numa bolha e por lá repouso, de pés descalços sobre o frio da tijoleira e um pijama piroso que me aconchega. Do lado de fora tudo é movimento, histeria, inquietação. Mas por mais que adore esse lado selvagem da vida, quando ouço o som das chaves a abrir a fechadura é como se tivesse ganho um bilhete para uma ilha paradisíaca. Largo tudo. Separo-me do que me liga ao exterior. E sento-me confortavelmente no cadeirão. Imóvel, observo estas quatro paredes despidas, mas que me parecem o melhor lugar do mundo para explorar visualmente. E fico assim, nesta inércia, nesta bolha, isolada por opção. Só falta o mar e a água de coco.


M, 11.02.2015

You Might Also Like

22 comentários

  1. Podemos (e devemos) não sentir a solidão quando estamos sozinhos.
    Magnífico texto, gostei.
    Bom fim de semana, querida amiga Andreia.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  2. O silêncio e recolhimento é sempre bom depois de um dia agitado, mas numa ilha paradisíaca seria muito melhor.
    Um abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Olá, Andreia.
    O recolhimento connosco mesmos faz falta, é libertador e inspirador.
    bj amg

    ResponderEliminar
  4. Gostei do teu texto, especialmente: "Imóvel, observo estas quatro paredes despidas, mas que me parecem o melhor lugar do mundo para explorar visualmente." Pois eis uma coisa que gosto de fazer, numa parede despida crio a minha obra de arte.

    ResponderEliminar
  5. sou tão parecida ! eu tenho necessidade de alguns dias "desligar" do mundo

    ResponderEliminar
  6. Nota-se uma admirável auto-estima, Andreia!
    Comportamento que adquiri há pouco tempo, mas que me fez um bem enorme...
    Parabéns, linda menina, feliz final de semana, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderEliminar
  7. Também costumo fazer isso para me desligar um pouco do mundo lá fora.
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  8. Sou muito assim também. Algumas pessoas não compreendem mas a verdade é que faz muito bem sabermos estar assim, sem mais ninguém :)
    The Girl In Jeans | Facebook
    Arts&Crafts @ Três Azul

    ResponderEliminar
  9. sabe mesmo bem chegar a casa, ao nosso cantinho e podermos relaxar

    ResponderEliminar
  10. Também gosto de ficar só. Adoro sair, nem que seja a pé pelos campos que ainda sobram aqui no lugar, mas curto o silêncio da casa só para mim. Permite-me pôr as ideias em dia. :)

    ResponderEliminar
  11. E por vezes não precisamos de mais nada.

    ResponderEliminar
  12. Por vezes, não há nada melhor do que a nossa própria companhia, no nosso sitio preferido, ou naquilo a que chamamos, a nossa bolha :)

    ResponderEliminar
  13. Andreia as vezes o silêncio faz bem, ficar quieta, longe do movimento, eu as vezes gosto de ficar assim, Andreia beijos.

    ResponderEliminar
  14. Nunca tinha lido esta frase, mas não podia concordar mais.

    ResponderEliminar
  15. Quantas e quantas vezes eu preciso de me "desligar do mundo"! E que bem que sabe :)

    ResponderEliminar
  16. Tão bonito o texto e identifiquei-me tanto com ele. Descanso, paz e solidão às vezes é tudo o que preciso!

    http://venus-fleurs.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  17. Identifico-me tanto... também sinto exatamente o mesmo que tu. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  18. Que bom... anseio por esse momento de repouso todos os dias, antes de chegar a casa =P

    ResponderEliminar
  19. E não sabe tão bem estarmos sós, por vezes, com os nossos pensamentos? É quando mais viajamos...

    ResponderEliminar