Sextas-feiras loucas #2


«Toda a gente sabe que os homens são...»


As sextas-feiras ganharam outro encanto! Ontem, saiu o terceiro vídeo da saga de oito que os Aurora irão partilhar até ao final do ano. Desta vez, a música escolhida foi a «Maridos das Outras», do génio Miguel Araújo. Se o original é incrível, esta versão, ainda que eu seja suspeita, não lhe fica atrás, até porque tudo aquilo que eles fazem tem símbolo de qualidade.

Nunca interpretamos da mesma forma. Há sempre um pormenor que pode ser modificado e/ou acrescentado. E isso também se deve à maturidade que vamos adquirindo com o avançar do tempo, uma vez que nos permite ver as coisas de outra perspetiva. Se nos predispusermos a escutar, compreenderemos que em todas as vezes que cantaram esta música houve sempre algo de diferente. Neste vídeo isso é ainda mais demarcado. Há um claro distanciamento daquilo que já tinham feito até aqui, mas sem perderem a essência. 

Atribuir um espaço distinto para cada canção cria, na minha opinião, um ambiente muito próprio para a mesma. Sendo elementos únicos, faz sentido que cada uma tenha o seu cenário. E que seja explorada através de vários sons e ritmos. Por ser algo tão natural, talvez fosse escusado referir que a forma como conjugam as vozes nas várias partes da música continua a resultar muito bem, mas nunca será de mais mencionar esta competência. A presença de cada um, a maneira como "agarram" a música e se ligam a ela e a união entre todos é mais forte, e isso sente-se. Há vínculos que se vão reforçando e detalhes que vamos introduzindo porque ganhamos maior consciência sobre eles. É importante produzirmos algo que nos identifique, que reflita a nossa identidade enquanto artistas. E nisso eles são exímios!

Há uma expressão que me parece bastante apropriada para os descrever: «se nunca tive dúvidas, agora tenho certezas», há muito talento aqui! E é impossível não nos rendermos. O objetivo é «fazer isto ecoar do outro lado do mundo» e eu acredito que é apenas uma questão de tempo até que isso aconteça. 

Temos encontro marcado para a próxima sexta. Até lá, podem ver/ouvir o novo vídeo.


You Might Also Like

16 comentários

  1. Acabei de ouvir! Prefiro a versão do Miguel Araujo, mas esta também ta super gira!

    ResponderEliminar
  2. Tchiiii, estou farto de ouvir isto na rádio mas não sabia que eram os Aurora. As rádios quase nunca anunciam as bandas e as músicas...

    Aquela explicação sobre as diferentes interpretações, fez-me lembrar uma entrevista ao Lobo Antunes, onde ele falava no processo criativo de um escritor, que vai muito para além daquilo que fica impresso no livro. Falava de como rasga e volta escrever capítulos, até que uma obra esteja acabada. Aliás, ela nunca estaria acabada se o autor pudesse continuar a apagar e reescrever o livro, eternamente.

    Bem, estou a fazer uma coisa muito rara, que é escrever e ouvir música ao mesmo tempo. Os putos são mesmo bons. :)))

    ResponderEliminar
  3. R: Não podia estar mais de acordo contigo. Mais cedo ou mais tarde, acabamos por perceber o porquê das coisas. Beijinho, querida*

    ResponderEliminar
  4. R: Pois... não sei se é o Miguel Araújo, mas deves ter razão. As rádios passam uma música que querem promover, até à exaustão. Por isso é que ouço muitas vezes a M80 e aqui em baixo há uma rádio (FI FM 93.7, do Pedro Tojal, que passa músicas de diversas épocas, incluindo músicas atuais. Também se repete um pouco, mas consegue ser mais abrangente do que a M80. Mas a Comercial e a RFM, às vezes até enjoa. :)

    ResponderEliminar
  5. Não conheço, lá vou eu ouvir...
    Bom domingo!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. «Nunca interpretamos da mesma forma. Há sempre um pormenor que pode ser modificado e/ou acrescentado. E isso também se deve à maturidade que vamos adquirindo com o avançar do tempo, uma vez que nos permite ver as coisas de outra perspetiva.» muito verdade! Já agora, adorei a versão dos Aurora :D

    ResponderEliminar
  7. Tenho de ir ouvir.

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Que grande versão!

    PS: Tanto bícep

    ResponderEliminar
  9. São bons em todos os sentidos.

    ResponderEliminar