Tu e Eu


«Se tu pensas em mim como eu penso em ti, temos tudo, então, para poder voltar ao sonho outra vez. Se tu dizes que sim, sei por onde seguir. Que esperamos para querer voltar a ser só tu e eu?», Diogo Piçarra.


Felicidade. Realização pessoal. Orgulho. Um passo mais perto do sonho. Magia. Perfeição. Todas estas palavras e expressões poderiam ser utilizadas para falar sobre o single do incrível Diogo Piçarra e ainda assim parecem-me insuficientes para o resultado que ontem foi apresentado ao público. Ele vai longe, disso não tenho dúvidas, e faz questão de o demonstrar em todos os rasgos de genialidade que tem. Clandestinamente apanhei boleia nesta viagem que ele começou a solo, com inteligência e carregada de qualidade. Mantenho-me atenta, a bordo, para acompanhar de perto todos os passos que dá. Porque nunca queremos perder os grandes talentos de vista. E eu prometi estar aqui. Todos os dias. Até ao fim.

Rui Veloso, em 1995, no seu álbum Lado Lunar, cantou que «Já não há canções de amor como havia antigamente», mas eu acho que ele vai ficar feliz por saber que ainda existem. E que tratam o amor com o respeito que este merece. A «Volta» - também ela uma representação deste sentimento no seu estado mais puro - surpreendeu e elevou a fasquia. Este «Tu e Eu» veio provar que ainda há muito caminho para descobrir; ainda há tanto talento dele para desvendar, isto é só a ponta do véu. E se o começo é assim tão fantástico, não é difícil imaginar o quanto o álbum de estreia será brilhante. 

O amor é descomplicado, de relações bilaterais, com cedências e vontades mútuas. E tal como uma estrada tem fim, por mais longa que seja, há relações que seguem o mesmo rumo. No entanto, uma história de amor nunca deixa de o ser só porque chegou ao final da linha. E mesmo atingindo um ponto de rutura isso não é irreversível. A letra elucida-nos sobre a simplicidade deste sentimento. Do quanto dependemos apenas de nós para mudarmos as nossas relações. Erramos, caímos, falhamos, mas nada disso é impeditivo para voltar a sonhar. Para voltar a amar - ou talvez não simbolize nada disto, mas aquilo que as palavras e as melodias têm de bom é que nos fazem ver para além do que nos mostram.

Com um timbre inconfundível e que nos fala diretamente ao coração, esta música prende-nos ao primeiro segundo. É calma e ao mesmo tempo intensa. Há uma espécie de paz que nos acorda e nos envolve. Tudo encaixa, tudo combina, tudo faz sentido. E o misto de sensações que me invade só é possível por ser em consequência do trabalho de alguém que admiro. Bastante. Incondicionalmente. E o meu orgulho quadruplica não só por ver que é o seu sonho a realizar-se aos poucos, mas por saber que isso o deixará imensamente feliz - há uma causalidade entre a realização e a felicidade, é certo, e ele merece que esse sonho o leve ao patamar mais alto.

Já perdi a conta às vezes em que voltei ao início só para escutar a música novamente. E é neste estado de repetição que permaneço enquanto tento que as palavras façam um pouco de justiça àquilo que estou a ouvir. Há pessoas tão geniais, tão assertivas, que é impossível isto não soar a amor. É a verdade que ele carrega no peito, a versatilidade do seu trabalho e o facto de se colocar inteiro nos projetos que abraça que o diferenciam. A letra, a melodia, o timbre ligam-se de uma forma única. E o videoclip, que nos inquieta por tornar tudo tão real, complementa a história cantada por uma voz que nunca me cansarei de ouvir. 

A música é o mundo dele. Isto é tudo ele - e o que está para vir. «Tu e Eu» é a prova disso mesmo. Rendam-se a ouvi-lo e a vê-lo aqui (a música também já toca no blog). Não há limites para o seu dom. E em português, neste idioma tão nosso, comove ainda mais. Nunca desilude!

You Might Also Like

32 comentários

  1. Adoreiiii a música é lindaaaaaa *.*

    Vou ao YouTube roubar :)

    Quanto ao texto... Se o Diogo tem genialidade na música; tu tens na escrita.

    Belíssimo como sempre!

    Beijinhos querida!

    ResponderEliminar
  2. O amor é sempre tema inacabado, é mais do que o próprio universo.
    Que seria de nós sem ele?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Realmente é dificil de pensar numa vida sem amor :/

    ResponderEliminar
  4. A vida não é fácil....e sem amor é muito mais complicada.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. A vida não é fácil....e sem amor é muito mais complicada.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Fantástico esse teu texto! Não podia estar mais de acordo!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  7. Adorei a música ;) O teu texto está fantástico.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Temos de apoiar o que é made in portugal, principalmente quando têm valor! :D
    Beijinho
    http://adonadasushi.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Adorei a forma como escreveste sobre o que a música te faz sentir e como pegaste no exemplo do Rui Veloso para dares a tua opinião acerca do amor e das canções que falam do mesmo. Muito bem Andreia, mais uma vez fiquei encantada :) e grande Diogo que vai, sem dúvida alguma, longe! Um orgulho nacional, porque o que é nacional é, realmente, bom!

    ResponderEliminar
  10. O nosso Diogo, espectacular como sempre!
    Orgulho *.*

    ResponderEliminar
  11. r: A maioria de vocês recomenda-me Arrow, porque será... hum...

    ResponderEliminar
  12. Não ouço muito o Diogo, mas do que já ouvi gostei bastante. Canta lindamente!

    ResponderEliminar
  13. Adorei o texto, muito bom! :p

    r: É mesmo! Obrigada :)

    ResponderEliminar
  14. r: todo o mal é que não se valoriza o talento português como deve de ser, porque há excelentes vozes no nosso país, e deveríamos conservar o nosso património..

    ResponderEliminar
  15. R: Esse apanhei no ano passado antes das férias, por acaso é talvez o livro que gostei menos de ler, mas porque não me satisfaz o genero. Não tou a dizer que não gostei, mas prefiro outros. Mas é bom sem duvida para quem gosta do genero :)
    Hás-de experimentar e ir ao continente de vez e quando, pode ser que o apanhes :)

    ResponderEliminar
  16. r: então correu bem o teu domingo, não foste ver o nosso Porto ao dragão ?

    ResponderEliminar
  17. Que maximo amei a postagem bela musica arrasou,
    Novo vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=1LOCPg0HbTA

    ResponderEliminar
  18. O tempo corre sem parar,
    tu e ele, ele e tu são dois,
    se hoje se podem amar
    não guardem para depois!

    Para você desejo Andreia uma boa noite, um beijo.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  19. O amor é a essencia da vida
    Sem ele a vida é escuridão
    Kis :>}

    ResponderEliminar
  20. r: Já não sei o que mais pensar ou reagir as coisas, porque tudo parece uma mentira e não acredito que este sentimento vá desaparecer até a pessoa mudar.

    A música é linda. Tão bom ouvi-la! Mas tu escreves tão bem, consegues transmitir tudo na perfeição!

    ResponderEliminar
  21. R: Irá acontecer quando menos esperares, acredita ;)

    ResponderEliminar
  22. r: O que doi mesmo é que essa pessoa sempre foi assim, mas dou escondida este tempo todo e só revelou na pior altura!
    Ele tem músicas excelentes! Não me agradeças, só disse uma verdade, escreves muito bem!

    ResponderEliminar
  23. com sinceridade, nao li tudo , pois estou sem tempo (sorry)
    Acho que se onde é que tu és, do outro lado do ponte?


    beiijinhos muito grandes

    ResponderEliminar
  24. Penso exatamente como tu. :P Os Homens já não têm desculpa para não se cuidarem :)

    Please Follow Me and I always follow back!
    Instagram - Facebook Oficial Page - Miguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  25. Ainda não ouvi a música mas vou pesquisar por ela ;)

    ResponderEliminar