Demora


«Sofre mais aquele que espera sempre do que aquele que nunca esperou ninguém?», Pablo Neruda


É tarde
Apagaram as luzes
Talvez por isso
Permaneças longe
Perdeste-te no caminho
Falta-te o norte
Ou a vontade de chegar
Esperei por ti
De dia
À noite
De candeeiro ligado
De velas espalhadas pelo chão
Para que nunca te enganasses
Na casa
No amor
Na vida
Começou a chover
É tarde
Apaguei a luz
Não temo que te percas
Nunca te quiseste encontrar 
É tarde
E mais tarde será
Se um dia 
Quiseres regressar.

You Might Also Like

12 comentários

  1. Grande verdade, quem não sabe o que é esperar também não sabe o que é sofrer por esse motivo!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  2. Ai adoro adoro adoro :D quanto ao Sr. Neruda.... Grande questão, dá que pensar...

    ResponderEliminar
  3. Não deixa ficar tarde,
    vem depressa, não se demora
    já a lenha na lareira arde
    de tristeza mais não chora.

    Está aceso o lampião,
    para iluminar o seu caminho
    dentro do teu peito o coração
    está precisando de carinho!

    Bom fim de semana Andreia,, um beijo.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  4. Adorei que lindo, aquele que espera por norma é sempre aquele que é prejudicado por vezes até parece que o tempo ou as horas pararam.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar