Alta Definição #5


«Eu sou tudo o que vivemos, mais o que deixei por viver. Sou a soma dos anos, dos risos e das angústias. Não posso ser o que fui quando não sou o que era. Nem tu podes querer que eu seja a pessoa que tu gostavas que fosse».


A teimosia. Nem sempre a considero um defeito, mas também não chego ao ponto de ser obstinada. Temos que lutar pelos nossos sonhos e objetivos, pelas causas que defendemos, pelas pessoas e por nós; temos que lutar pela verdade, por aquilo que dizemos quando alguém duvida da nossa palavra; temos que o ser no sentido de não desistirmos ao primeiro obstáculo. Mas há alturas em que mais importante do que a vitória é a capacidade de saber parar, sobretudo quando isso não acrescenta algo de significativo à nossa vida. De que adianta insistirmos num aspeto sabendo que isso provocará desconforto, ou mágoa, só para provarmos que temos razão? Como em tudo é preciso haver equilíbrio. Teimosos sim, inflexíveis é que não. Sou a primeira. Não sou a segunda. Principalmente porque me preocupo em fazer valer este defeito por boas razões. E acho que o segredo é insistir, mas saber até onde. Até quando. E a que custo.   

You Might Also Like

18 comentários

  1. Talvez a minha risada alta :):)


    tarasemanias.pt

    ResponderEliminar
  2. r: obrigada darling :)
    Adorei mesmo a frase, boa semana *

    ResponderEliminar
  3. Penso tal e qual como tu. Sou muito teimosa. Ás vezes não é bom mas na maioria delas sei que se chego onde quero muito se deve ao facto de transpirar teimosia por todos os poros pois permite-me ser focada!

    ResponderEliminar
  4. Xi que pergunta dificil, não sei responder a isso lol!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  5. Um dia que possas tens de lá ir! Vais amar Barcelona e ainda mais se ficares naquele Hostel :D
    Beijo*
    http://lifealwaysgoes.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. tambem sou super teimosa :P
    uma optima semana :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Belo texto, mas é não para tapar a panela,
    se o fosse quando a água estivesse a ferver
    baixava o fogo para não deixar entornar ela
    ler o que você escreve Andreia é um prazer!

    Boa segunda-feira, um beijo.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  8. Desistir é, muitas vezes, um sinal de inteligência.

    ResponderEliminar
  9. r: não faz mal querida, não te preocupes :)

    ResponderEliminar
  10. r: Só me faltava praticamente passar do rascunho para o computador e fazer uns ajustes. Já enviei :)
    Sim, já arranjei a ajuda da Pepper :)

    ResponderEliminar
  11. Adorei o texto, acho que o que nos questionamos sempre é a tua pergunta " E acho que o segredo é insistir, mas saber até onde." o que por vezes nem é por teimosia mas sim o querer lutar e defender aquilo que queremos, mas há que encarar as coisas e colar um sorriso no rosto.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. r: adorei simplesmente a frase *.*
    obrigada :)

    ResponderEliminar
  13. Partilhamos o defeito...consigo ultrapassa-lo e dar o braço a torcer quando não tenho razão...mas não desisto das coisas nas quais acredito

    ResponderEliminar
  14. Então quando lá fores mais apaixonada vais ficar :P
    Ohn, muito obrigado :')
    Ótima semana*
    Beijinho
    http://lifealwaysgoes.blogspot.pt

    ResponderEliminar