Carrossel mágico


«Deixe-me ser só ser», Sara Tavares


Sem pressas
A vida dá voltas
A cavalo
Em cestas
Num foguetão
Em rodopios incertos
De tanta certeza
Seremos eternas crianças
De sorrisos luminosos
Olhando o mundo
Quente
Que queima 
Na ponta dos dedos
A ânsia de parar
E não voltar
Ao encanto
De um assento reluzente
E a vida rodopia
Corremos ao lado de sonhos
Há pontos de luz
Horizontes profundos
Largos
De tanto 
Que nos envolve
Tenho fé
No meio de tantas voltas
Chegaremos
Ao lugar certo
Que sobe
Que desce
Nesse carrossel mágico
Que nos aquece
A alma
Tão longe de tudo
Tão perto de nós

You Might Also Like

17 comentários

  1. "E a vida rodopia
    Corremos ao lado de sonhos..."
    Lindo demais!

    ResponderEliminar
  2. Muito bonito :)

    http://checkinonline.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Maravilhoso esse carrocel mágico é um lugar que gostaria de estar agora, Andreia beijos.
    Blog /Fan Page / Twitter /

    ResponderEliminar
  4. R.: E quando é o momento certo?

    No Armazém do Chiado houve uma altura que comprei uma miniatura do pão de forma, fazem-me lembrar quando era mais nova os carochas de vários padrões e cores que haviam à venda.

    Ontem estive na casa de uma amiga e estava lá o livro do Daniel Oliveira, Persistir na Memória. Pelo que constanto nos livros há sempre quem gosta e quem não gosta. No caso dela gosta, mas no site wook encontras de tudo de opiniões, mas mostra ser mais positivo do que o livro Prometo Falhar do Pedro Chagas Freitas.

    ----

    Os poemas revelam muito como um código encriptado.

    ResponderEliminar
  5. Que vontade de voltar a andar num carrossel. Que lindo Andreia, que lindo :)

    ResponderEliminar
  6. ... '' E a vida rodopia
    Corremos ao lado de sonhos
    Há pontos de luz
    Horizontes profundos ... ''

    Tão lindo Andreia, tão lindo, adorei ;)

    ResponderEliminar
  7. Carrossel mágico,
    de noite à luz das estrelas
    não mais do que incertezas
    quantas voltas terá dado.

    Boa noite, bom fim de semana, um abraço para você Andreia.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  8. Sensacional. Poemizar é dom, admiro quem sabe. Parabéns.

    http://www.novaperspectiva.com/

    ResponderEliminar
  9. Um carossel que nunca para.

    Pode ser assustador, mas nada a fazer...só caminhar.


    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Que palavras tão lindas :') a vida é um carrossel, desde o início até ao fim, mas quando há momentos em que se torna mágico é maravilhoso :)

    ResponderEliminar
  11. Adorei o poema :) Esse carrossel é maravilhoso.

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Linda forma como pões sentimentos em palavras.

    Beijinhos

    ResponderEliminar