O que fala ao coração #15

«A minha ideia é que há música no ar, há música à nossa volta, o mundo está cheio de música e cada um tira para si simplesmente aquela de que precisa», Edward Elgar


Não passo um dia sem ouvir música. Como tem sido uma constante, a escolha desta semana volta a ser em português. No masculino. E com sotaque portuense. Com um género que se encaixa na eletrónica/pop, o grupo que hoje vos apresento tem uma identidade muito própria, que não deixa ninguém indiferente e que facilmente os deixa reconhecer. Torna-se imperativo ouvi-los todos os dias, pela qualidade inesgotável com que trabalham e fazem música.

Salto. Assim tão simples para que nunca nos falhe na memória. Adequa-se na perfeição, uma vez que é impossível não o fazer enquanto ouvimos as suas melodias que nos agarram ao primeiro acorde. Além do talento que é inegável, o que salta logo à vista é a modernidade das suas canções, com letras diretas e muito bem escritas. Têm música com personalidade e conseguem transportar-nos para outros cenários, outras realidades e outras formas de pensar. Conquistaram o seu espaço e tornaram-se numa das grandes revelações portuguesas, pertencendo a uma geração que insiste em preservar a nossa língua, dando-lhe uma roupagem criativa, mas sempre baseada no respeito que lhe merece. É em português que se expressam e a quantidade de admiradores do seu trabalho já é considerável. E acredito que não pare de crescer, porque aquilo que eles fazem vale mesmo a pena ser conhecido. 

«O caminho faz-se caminhando», aos poucos, um passo de cada vez, mas eles deram um «Salto» de gigante sobre as barreiras que encontraram e tornaram-se na banda que são hoje. Para mim, são do melhor que há. Mais uma razão para gostar tanto da música portuguesa - dando-me esperança de que se venha a tornar ainda melhor. Admiro-lhes a capacidade de se reinventarem e de nunca desistirem. E de, sobretudo, manterem-se fiéis ao que são, procurando o seu espaço sem ser cópia de alguém. Têm originalidade a sair-lhes dos poros e duvido que algum dia não seja assim. Eles vieram para ficar. E ainda bem. Porque fazem falta!

«Os Salto fazem parte duma nova geração de músicos portugueses que não se envergonham da sua própria língua e lhe têm dado uma vida nova, ao usá-la na sua busca para encontrar a canção perfeita, a plena expressão do seu talento.
São muitos os projectos que nos últimos anos têm contribuído para a inquestionável afirmação do português como língua Pop, mas os Salto são um caso único, porque neles tudo é Pop – língua, postura e linguagem.
Guilherme Tomé Ribeiro e Luis Montenegro fazem, como outros da sua geração, canções em português, simples e directas, com melodias que nos agarram à primeira, como mandam os livros. O que os torna únicos é a modernidade do seu som, a amalgama de influências que absorvem para nos darem uma musica cheia de personalidade e profundamente actual.
No seu álbum de estréia, homónimo, produzido por New Max e com edição marcada para o próximo dia 2 de Julho, podemos encontrar as grandes melodias e harmonias vocais do melhor dos 60, pitadas certeiras dos New Order e dos Pet Shop Boys que tanto marcaram os 80, programações rítmicas carregadas de groove que nos remetem para as pistas de dança tão em voga nos 90 e uma re-utilização da electrónica de sabor analógico que tanto se aproxima do novo Boogie de Dâm-Funk como do pós- Dubstep de James Blake, tudo ao serviço de canções que contagiam, com uma consistência invulgar para gente que ainda agora entrou nos vinte.
Como todos os grandes discos da história da música Pop, o primeiro longa duração dos Salto promete marcar o seu tempo, o futuro dirá o que está reservado a esta colecção de canções que, hoje, sabe tão bem».

A versatilidade que lhes está inerente permite-os explorar novas sonoridades e novas formas de se exprimirem. É por isso que, mais recentemente, deram vida ao projeto «Beat Oven», pois, segundo as suas palavras, sentiram «a vontade de fazer música sem pensar em alinhamentos e álbuns», compilando «beats de uma das suas mais recentes viagens à Lua, num formato que se "esquece" das vozes (pelo menos cantadas na primeira pessoa) e das guitarras para permitir que os synths, o beat e os samples ganhem força. Não apontam para o som do segundo álbum, mas criam um espaço onde darão a conhecer um pouco mais do "Beat Oven" sempre que lhes apetecer viajar».

E porque vale a pena embarcar nesta viagem, saltem com os Salto e conheçam mais daquilo que eles são. Com a certeza de que serão cada vez melhores, pois o talento deles não se esgota.













Já conheciam? O que acharam? Qual a música que gostaram mais? Contem-me tudo!

You Might Also Like

16 comentários

  1. Amiga obrigada pela visita eu voltei graça a DEUS resolvi o meu problema
    na internet e agora é só alegria, amei a postagem lindas musicas bom final de semana
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  2. Não os conhecia mas gostei! Como conheces tantas bandas nacionais e boas? Tens um excelente gosto mesmo!!

    ResponderEliminar
  3. Cada descoberta que tu fazes...bem hajas por partilhar.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. ou não... tudo depende de se eu entrar na universidade, se conseguir entrar vamos viver juntos, se não conseguir entrar, para além de não estarmos agora, ele vai tranalhar o resto do verão e depois começam as aulas outra vez.

    ResponderEliminar
  5. resp: para o ano vou mesmo :-)
    bom domingo *

    ResponderEliminar
  6. Não os conhecia e foi uma recomendação fantástica querida!

    ResponderEliminar
  7. Não os conhecia e foi uma recomendação fantástica querida

    ResponderEliminar
  8. Não os conhecia..., mas fica a recomendação!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  9. nao conhecia mas gostei bastante :D
    uma optima semana :DD
    beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Eu sou como tu, todos os dias ouço música.

    ResponderEliminar
  11. Mais uma excelente partilha e que eu também desconhecia, vou ouvir com atenção todas, mas para já gostei de '' O teu par '' ;)

    ResponderEliminar
  12. Acho que fizes-te muito bem em divulgar...

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  13. Não os conhecia, gostei das músicas que colocaste deles ;)
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar