Voltas


«Damos voltas e voltas, mas, na realidade, só há duas coisas: ou escolhes a vida ou afastas-te dela», José Saramago


São voltas e voltas num mar de dúvidas. Imenso como a angustia que te amarra o peito. É longe, é fundo, num pedaço de papel amarrotado, como uma pequena equação de grau um que aprendes na primária. Ou por ti, quando tens por dentro o espírito e a aventura de mil homens guerreiros, de espada em punho. Já diziam, em tempos, bandeira aos ombros e é pela pátria. Desta vez foi por ti. 

São voltas e voltas que dei. São voltas e voltas que deste. Em torno, num rodopio sem mais não, de pequenas pegadas de migalhas – caídas no caminho como nas histórias que ouvíamos em criança.

Não sei mais olhar para essas linhas preenchidas de fórmulas e hesitações. Nem sei mais chegar à conclusão dessa confusa equação da qual mudaste o grau. É nível dois, agora. E os desafios sempre foram o teu alimento nos dias mais escuros. Sempre gostaste disso, pequenos pormenores de aventura, dentro de quatro linhas coloridas. 

São voltas e voltas de nada que invertes e colocas em teu favor. E o gozo que isso te dá reflecte-se nesse brilho azul mar dos teus olhos esbugalhadas e cheios de simpatia.

São voltas e voltas em torno desse pedaço de papel, onde E é igual a M e só tu sabes porquê. Mas eu vou atrás, em busca dessa resposta que não me dás. Embora saiba que, provavelmente, nunca hei-de lá chegar. Mesmo assim não me deixas desistir. Juntos sei que podemos dar voltas e voltas em direcção ao desconhecido e chegar ao real em menos tempo do que aquele que demoramos a resolver uma equação matemática. É tudo tão diferente, mas podemos concluir que, por meio de imaginação mais fértil e boa vontade, dois mais dois são cinco. E o riso é mais solto pelo conhecimento de que isso é um total disparate. Mas tu sempre soubeste que o meu mundo é assim: tão diferente do teu, onde não há mais do que simples invenções criadas por um consciente fora de si, em busca de respostas impossíveis de alcançar.

São voltas e voltas no desconhecido, são linhas de papel preto preenchidas por números e letras – misturados por sinais – onde chego todas as manhãs e me recordo de ti.

E são voltas e mais voltas que dou nesse fundo verde de letras brancas, com círculos e palavras que não percebo. É tudo tão difícil, visto assim, mas no final de contas é tudo mais simples quando juntas uma pequena dose de amor, uma pequena porção de aventura, um pequeno gesto de simpatia e o tal desejado reflexo de sabedoria. No final é a solução que importa.

São voltas e voltas. É o processo. São os desenhos. As letras. As cores. Os sons. É muito mais do que aquilo que eu sei. Mas o que eu sei, o pouco que sei, tu sabes também e não é mais que um E=MC elevado a 2. 

São voltas e voltas de mistério, mas é mais fácil assim. E não podia ser melhor. É mais fácil. Eu sinto-me bem.

Parte do que sou. Junho, 2009

You Might Also Like

14 comentários

  1. Escolher a vida nem sempre é fácil. Implica gasto de energia e sacrifício.

    ResponderEliminar
  2. Podemos dar voltas e voltas e voltar sempre ao mesmo sítio, à mesma pessoa.
    Obrigada, minha querida. :')

    ResponderEliminar
  3. As voltas só nos ajudam a ver melhor o que nos rodeia ;)

    ResponderEliminar
  4. Eu acho que as voltas que a vida tem são para nosso bem, ajudam-nos a ver as coisas de maneira mais clara!

    R: querida não vou tirar já o curso, não me fiz entender bem no post, vou só começar a juntar dinheiro e depois quem sabe mas para já não consigo :p

    ResponderEliminar
  5. R: sim querida, estou muito motivada :D

    ResponderEliminar
  6. pronto já comecei, não me estendi no começo, daí estar simples.
    quero ir revelando as coisas pouco a pouco e não tudo de um vez :)

    ResponderEliminar
  7. É preciso ter sempre cuidado com as voltas...às vezes ajudam-nos a ver para além do que está diante de nós...mas demasiadas voltas podem deixar-nos desorientados

    ResponderEliminar
  8. Eu já sou tua fã pelos textos! Mas os teus textos também têm mostrado quem tu és e, pelo que tenho visto és uma pessoa formidável, pareces ter a alma de uma pessoa que já viveu 100 anos.

    Nunca fui fã de José Saramago e, só conheci a sua escrita no 12º ano com "memorial do convento" que li do princípio ao fim de muito bom grado. Essa frase que escolheste é muita bonita.

    http://morningdreamsfree.blogspot.pt/

    Sofia Silva

    Beijos*

    ResponderEliminar
  9. R: também costumas receber sempre prenda? A que recebi é uma coisa diferente mas já tenho planos para domingo, afinal somos sempre crianças

    ResponderEliminar
  10. Voltas com a matemática como mestre.

    A vida nunca para, dá voltas incessantes.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. E como em qualquer escolha/decisão na vida...
    Há sempre algo que fica para trás.


    Sónia
    Taras e Manias

    ResponderEliminar
  12. "São voltas e voltas num mar de dúvidas", frase que descreve bem a minha vida ultimamente...

    R: Quem me dera que seja transmitido!! Nem que seja 45 min!!! :)) Acho que choro se tal não acontecer...

    ResponderEliminar
  13. A vida é uma constante "correria" ás voltas por vezes são trocadas com o tempo mudam os cheiros, os sons, a frase que antigamente citavam é dita de maneira diferente com o passar do tempo sentimos nos bem ficam as memórias de tudo o que passou mas é mesmo assim.
    beijinhos
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar