Rock in Rio


«O Rock in Rio é o maior evento de música do mundo. Ao longo de quase 30 anos, tornou-se uma parte relevante da história da música mundial com 12 edições realizadas, mais de 6 milhões de pessoas reunidas, sendo um dos eventos com maior presença digital».


Nunca estive presente e este ano continuo a não quebrar essa tendência. Contudo, para colmatar o vazio que se cria por não poder ver ao vivo artistas que admiro, tenho acompanhado fielmente a emissão da Sic Radical.

O trabalho que têm desenvolvido durante os diretos é extraordinário, conseguindo passar a magia e o ambiente fantástico que se vive no recinto. Claro que aquilo que se vive lá é indescritível. A adrenalina e o entusiasmo são infinitamente maiores, mas ter a oportunidade de assistir a concertos grandiosos como os que nos mostraram até agora é realmente muito bom. E tenho a certeza de que daqui a uns tempos me vou recordar das lágrimas que deixei cair a ouvir a «Angels». Do quanto dancei a ouvir Ivete Sangalo. Do coração cheio por ouvir os nossos gigantes - Rui Veloso e Xutos & Pontapés. Da surpresa que foi ouvir Capital Inicial. De ficar radiante a ouvir Paloma Faith. Da pele eriçada durante a atuação de Linkin Park. De sentir a minha infância e adolescência em todas aquelas músicas. E o enorme desejo de ter lá estado a viver tudo de perto. 

Boss AC e Aurea abriram o primeiro dia do festival e proporcionaram um momento único. Conjugaram-se muito bem e foi um prazer enorme ver dois grandes talentos a arrasar naquele palco. Ter Robbie Williams e Ivete Sangalo no mesmo dia é ter a noção clara de que tem que se preparar o coração, porque se o primeiro é uma verdadeira força da natureza, a segunda é um furacão. Ambos os concertos foram inesquecíveis, cheios de energia e um ambiente fantástico. A interação com o público foi igualmente extraordinária. Comprovaram, uma vez mais, a genialidade que lhes corre no sangue. Paloma Faith foi uma agradável surpresa. Se já conhecia algum do seu trabalho, fiquei ainda mais rendida ao seu vozeirão. Não podia ter pedido melhor para primeiro dia de festival.

Rui Veloso e Xutos & Pontapés já dispensam apresentações. Aliás, já não há palavras para os descrever porque são uns verdadeiros senhores e aquilo que temos de melhor. Não conhecia Lenine nem Angélique, mas fiquei fã. Pelo talento, pelas músicas e pela presença em palco. Não mais deixarei de acompanhar o trabalho de ambos. Tenho pena que The Rolling Stones não tenham autorizado a transmissão do concerto, pois acredito que tenha sido memorável.

Capital Inicial foi uma autêntica descoberta. E que descoberta que foi, valeu cada segundo. Fieis a eles próprios, Queens Of The Stone Age mostraram como se faz e deram um concerto fantástico. Linkin Park era, para mim, o concerto do dia. Quando acabou só desejei que o tempo voltasse atrás porque foi absolutamente brutal. Não tenho mesmo palavras, foram geniais. Não costumo ouvir Steve Aoki, mas rendi-me ao seu talento.    

O Palco Mundo é, sem dúvida, o mais aliciante. Mas, para mim, o Palco Vodafone também tinha grandes atrações - Salto, Capitão Fausto e Linda Martini.  

Hoje, a partir das 16h30, voltarei a estar em frente à televisão, ainda que acompanhada por todas as fichas, textos de apoio e material de desenho para estudar geometria. Sempre estudei com música, até porque acredito que dá outra motivação, por isso, mesmo que não possa ver a emissão do inicio ao fim, pelo menos, vou ouvindo. Já estou em contagem decrescente para a Homenagem a António Variações, para ouvir Ed Sheeran, Lorde e Arcade Fire. Confiante de que conseguirão superar todas as minhas expectativas. 

Amanhã voltamos a ter encontro marcado. É que ter João Pedro Pais e Jorge Palma, Jessie J e Justin Timberlake no mesmo dia também não é oportunidade que se perca. Mesmo que à distância 

You Might Also Like

18 comentários

  1. Nunca fui também, este ano não estou a acompanhar mas também costumo com a sic radical ;)

    Santi

    ResponderEliminar
  2. Nunca fui e não tenho pena de não ter ido. Não que não goste de alguns dos artistas que fazem parte do cartaz. Mas gostaria de ouvi-los em outras condições.

    ResponderEliminar
  3. Ainda não foi este ano que fui ao RIR mas fica para a próxima porque adorava! Não tenho acompanhado os directos mas já ouvi muitos elogios!

    R: Já experimentaste o Photofiltre? Também é fixe :D

    ResponderEliminar
  4. resp: também acho sentimos que temos pessoas a protegemos, é tão bom :)
    obrigada !

    ResponderEliminar
  5. ontem adorava ter ido ver os Linkin Park uma das minhas bandas preferidas, fiquei mesmo triste por não ir :s

    ResponderEliminar
  6. resp: foi lindo, para novembro ou assim podiam vir ao meo arena como vão lançar o novo disco, podiam voltar cá :)
    ora nem mais *.*

    ResponderEliminar
  7. Andreiamiga

    A "culpada" (...) de aqui chegar é a Timamiga que hoje descobri. E, acho que estou com sorte: estas descobertas (descobrimentos são os outros do meu homónimo de Sagres...) agradam-me. Este teu blogue é, como dizem os meus netos, bué da fixe. Parabéns!

    Quanto ao Rock in Rio são outros quinhentos mal réis. Nunca fui e espero não ir. A provecta idade, continuando com a mesma linguagem sou um cota. Não me revejo nas canções nem conheço a esmagadora maioria das/os intérpretes. Sou assim e não seria aos 73 que ia mudar...

    No entanto, causa-me estranheza que num país em crise, mastigando em seco austeridade, suando as estopinhas mesmo sem calor, ainda haja tanta gente com €€€€ suficientes para se deslocar ao festival. Somos, realmente, um país muito interessante; enquanto não for privatizado, Portugal é tão diferente que há muito pessoal que não o entende. E eu também...

    Qjs = queijinhos = beijinhos - e rimam

    ResponderEliminar
  8. Só me apetece chorar litros e litros por não ver Ed Sheeran ao vivo, gosto tanto dele!

    ResponderEliminar
  9. Sim, mas até me doi o coração por não estar lá!

    ResponderEliminar
  10. Nunca fui também, acho que se tivesses a oportunidade de ir este ano também seria muito difícil escolher um dia apenas xD Acho que todos os dias têm pelo menos um artista que me interesse.

    http://morningdreamsfree.blogspot.pt/

    Sofia Silva

    Beijos*

    ResponderEliminar
  11. Tenho visto as gravações da Sic.

    Fiquei rendida ao Robbie e adorei a Aurea com o Boss AC.
    Agora ouço e vou espreitando os Xutos.

    É uma maratona de música.

    Só salto as reportagens e entrevistas sem jeito da SIC Radical.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. É mesmo :’) A relação é mesmo muito especial, falo por mim. Acabam por faltar as palavras para descrever tamanho sentimento. Eu percebo lindamente a relação que mantens com os teus primos. Com os meus é igual. Somos irmão de coração e há-de manter-se sempre assim.

    Obrigada, princesa! Fico muito feliz por teres gostado, mesmo!

    Eu adorei! Lembrei-me logo de responder, até porque ultimamente ando sem ideias para escrever e é uma forma de manter o blog actualizado :)

    Beijinhos, boneca ♥

    ResponderEliminar
  13. r: não foi eu que disse quilo, foi o J. :s

    ResponderEliminar
  14. resp: se eles virem vou de certeza vê-los :)

    ResponderEliminar
  15. E a verdade é que não é preciso serem de sangue para mantermos uma relação igualmente forte!

    És sempre tão querida *.* Obrigada por tudo, de coração!

    É mesmo! Sim, responde. É giro também para quem lê, pois fica a saber mais um bocadinho de nós :)


    ResponderEliminar
  16. Nossa o do Brasil na últimas edições não teve praticamente Rock. A mesma coisa acontece com a Virada Cultural por aqui, ao invés de melhorar a educação no país, eles descem o nível das atrações...

    Bjos
    chuvadecamelias.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  17. Estive lá no dia 31 e foi muito, muito bom! Não acompanhei tanto quanto queria na Sic Radical em directo mas estou feliz por ter uma box que me permite recuar no tempo. O próximo passo é aproveitar ao máximo os restantes concertos :)

    ResponderEliminar
  18. Vi alguns dos concertos na sic radical confesso fora do meu género musical que é basicamente rock fiquei surpreendida com o concerto do ed sheeran ele é bastante simpático e muito enérgico em palco. Já vi várias vezes Xutos e eles são fantásticos. Também costumo estudar com música já assim no meio começo a dançar :D

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar