De pai para filha


«Dê a quem você ama asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar».


É dos amores mais bonitos. Das verdades que mais beleza carrega nas palavras. Porque no fundo é isso. É tudo isto que um pai escreve à sua filha, com todo o seu coração distribuído na ponta dos dedos. Entre suspiros que se agarram ao desejo de que só haja amor. Dos verdadeiros. Dos que nos fazem querer saltar de um precipício sem medos, por sabermos que não iremos cair. Amar é isto: é interessarmo-nos pela mesma pessoa todos os dias. Sem dúvidas. Sem reservas. Apaixonarmo-nos incondicionalmente. E manter a chama do interesse acesa por uma vida inteira. 

É das cartas mais bonitas que já li!


«Carta de um pai para sua filha (sobre seu futuro marido)

Por regra, quando um casal engravida do primeiro filho, é quando surgem as questões das preferências de género, e com isso os argumentos que defendem o porquê da escolha do rapaz ou da rapariga. Na verdade o que queremos é que eles sejam saudáveis, mas existir uma preferência faz parte das expectativas e da excitação da mãe e do pai.

Quando é uma rapariga o pai, embora a criança ainda esteja em fase de gestação, já começa a preocupar-se e a pré-ocupar-se com pensamentos sobre, como será quando a sua menina trouxer o primeiro namorado para casa.

O psicólogo Dr. Kelly Flanagan, deixa-nos uma carta para a sua filha relativamente ao seu futuro marido, que pretende que todas as raparigas e rapazes possíveis futuros maridos de alguém leiam, na esperança de que reflitam sobre este tema.


«Querida “Cutie pie”,

Há uns dias eu e mãe estávamos a fazer uma pesquisa na net, e enquanto escrevíamos no motor de busca, o Google mostrou uma lista das frases mais procuradas do mundo. Empoleirado no topo da lista estava “Como mantê-lo interessado?”

Caiu-me a ficha. Comecei a desbravar inúmeros artigos sobre “como ser sexy e sexual,” “quando levar-lhe uma cerveja vesus uma sandwich”, e “quais as maneiras de fazê-lo sentir-se inteligente e superior”.

E fiquei irritado.

Minha querida, não é, nunca foi, e nunca será uma tarefa tua “mantê-lo interessado.”

Minha querida, a tua única tarefa é saberes no fundo da tua alma – nesse lugar inabalável que não é salpicado pela rejeição, perda, e ego inchado – que tu és digna de interesse. (Se te conseguires lembrar que todas as outras pessoas também são dignas de interesse, as batalhas na tua vida estarão praticamente ganhas. Mas isso dá pano para mangas para outra carta)

Se confiares no teu valor, vais ser uma pessoa atraente no mais importante sentido da palavra: vais atrair um rapaz interessante e que vai querer passar a sua vida a investir no aumento do seu interesse por ti.

Minha querida, eu vou falar-te desse rapaz que nunca vais precisar de o “manter interessado”, porque ele sabe que tu és interessante, e ele vai manter-se interessado.
Não importa que ponha os cotovelos na mesa – desde que ponha os olhos na forma como o teu nariz se enruga quando te ris. E que não consiga parar de admirar-te.

  • Não importa que não possa jogar golfe comigo – desde que brinque com os vossos futuros filhos, e que te reveja neles, quer nas suas saídas brilhantes quer nas suas frustrações.
  • Não importa que não seja muito ambicioso, desde que siga sempre o seu coração, e que o leve sempre de volta para ti.
  • Não importa que não seja um homem forte, desde que te dê espaço para usares a força do teu coração.
  • Não importa nada quais as suas convicções políticas, desde que todas as manhãs ao acordar te eleja para um lugar de honra em tua casa e no seu coração.
  • Não importa qual o tom de pele dele – desde que pinte a tela das vossas vidas com pincéis de paciência, sacrifício, vulnerabilidade e ternura.
  • Não importa se é católico, budista ou ateu – desde que tenha sido criado para valorizar o sagrado, e que como sagrado considere cada momento da vida que passa contigo, e que passam em família.

E por fim, minha querida, se conheceres um homem que reúna estas características, mas que não tenha nada em comum comigo, não te preocupes, pois teremos sempre a coisa mais importante do mundo a ligar-nos:

Temos-te a ti.

Porque no fim, minha querida, a única coisa que deves fazer para “mantê-lo interessado”, é seres tu própria.

do teu, eternamente interessado em ti,
Pai».

You Might Also Like

27 comentários

  1. Amiga que texto maravilhoso amei.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  2. awwww *.* está lindíssima. Fiquei deliciada :p
    Realmente o amor de pai é um amor muito especial :D

    ResponderEliminar
  3. Eu amei esta carta, é linda! :)

    Santi

    ResponderEliminar
  4. «E por fim, minha querida, se conheceres um homem que reúna estas características, mas que não tenha nada em comum comigo, não te preocupes, pois teremos sempre a coisa mais importante do mundo a ligar-nos:

    Temos-te a ti.»

    é mesmo isto! :)
    venha quem vier, Pai é sempre Pai. E esse lugar ninguém ocupa :))

    ResponderEliminar
  5. Olá minha querida.
    Desde já, peço desculpa pela demora a responder, tenho andado a tentar compor a minha cabeça, que hora está bem, hora está mais em baixo.
    Muito obrigada pelas tuas palavras, de coração.
    Apesar de não nos conhecermos ainda bem, prezo muito a tua atenção.
    Em resposta, sim espero sê-lo mesmo, mas durante um tempo será apenas um sonho, que espero tornar realidade um dia :')

    Um beijinho muito doce na bochecha e um abraço apertado ********

    ResponderEliminar
  6. Eu já tinha lido esta carta. É realmente muito bonita :)

    ResponderEliminar
  7. Li esta carta a semana passada e adorei-a, simplesmente. Mostrei-a ao meu namorado por saber que é exactamente isto que ele dirá um dia a uma futura filha. Esta carta é linda, pelo sentimento, pelo amor. Por tudo :)

    ResponderEliminar
  8. nada mesmo, eu não conseguia reagir, nem sequer falar.
    agora o meu maior é medo é q na próxima vou com mais medo porque chumbei já antes, e não corra bem.

    ResponderEliminar
  9. Ohhh que bonita carta. E é mesmo assim que uma rapariga deve pensar, que tem valor e é por isso que deve o rapaz sentir-se interessado.

    ResponderEliminar
  10. Hermosa carta!!!
    Buen comienzo de semana!!! y mi g+!!!

    Besos, desde España, Marcela♥

    ResponderEliminar
  11. espero q sim, hj custou tanto ir à escola de condução marcar novo exame s:

    é q é mesmo, eu só precisava de estar com ele, em silêncio mas com ele c:

    ResponderEliminar
  12. Que poderoso, adorei, eu as vezes tambem me ponho a pensar neste tipo de coisas, quero muito ter uma grande familia e deixar lhes memorias, nunca se sabe como vai ser o nosso futuro....

    ResponderEliminar
  13. lindissima :)
    uma optima semana :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Que texto lindo *-*
    R: Obrigada querida* Estás a gostar de ler o livro d"A vida de Pi"? Eu amei o filme :)

    ResponderEliminar
  15. Espero que tenhas aproveitado :)
    Boa semana *

    ResponderEliminar
  16. r: muito obrigada querida, preciso de sugestões :)

    ResponderEliminar
  17. r: podes dizer, a mim não incomoda, agradeço mesmo!! <3

    ResponderEliminar
  18. adorei o texto, está imensamente puro!

    ResponderEliminar
  19. Adorei a carta ;)
    Beijinhos

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  20. estou a seguir o teu novo cantinho, desculpa nao vir cá antes

    ResponderEliminar
  21. Já tinha lido é de facto muito linda a carta.

    P.S. Respondi a uma tag, gostava que respondesses também
    http://estreladesorte.blogspot.pt/2014/03/liebster-award-discover-new-blogs.html
    Beijinho

    ResponderEliminar
  22. Ohh que carta linda, adorei, até me arrepiou!

    ResponderEliminar
  23. custou mesmo bastante olhar para a cara dos instrutores q confiavam tanto em mim e q agora os desapontei.

    foi bom, sentir isso. e no mesmo dia, voltei a sentir o abraço de uma pessoa q à muito tempo era tão importante e se foi afastando de mim.

    obrigada querida ♡

    ResponderEliminar