À boleia do mundo


«É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão, ver de dia o que se viu de noite, com Sol onde primeiramente a chuva caía, ver a seara verde, o fruto maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava», José Saramago


À boleia do mundo nasce, precisamente, pelo meu enorme fascínio em descobrir sítios novos. Esta rubrica será, portanto, uma espécie de diário onde partilharei as minhas viagens/passeios. Onde falarei do que visitei, o que vi, o que senti, as lembranças que inevitavelmente recordo, a gastronomia que tiver a oportunidade de experimentar. Vou mostrar-vos por onde ando, o que conheço, onde me perco e o que me aquece a alma. Será um guia turístico, registado por horas, mas bastante amador, através da forma como olho o mundo.

À boleia do mundo #1 (Parte 1)

À boleia do mundo #1 (Parte 2)

À boleia do mundo #1 (Parte 3)

À boleia do mundo #2 (Parte 1)

À boleia do mundo #2 (Parte 2)

À boleia do mundo #2 (Parte 3)

À boleia do mundo #2 (Parte 4)

À boleia do mundo #3 (Parte 1)

À boleia do mundo #3 (Parte 2)

À boleia do mundo #3 (Parte 3)

À boleia do mundo #4 (Parte 1)

À boleia do mundo #4 (Parte 2)

À boleia do mundo #5 (Parte 1)

À boleia do mundo #5 (Parte 2)

À boleia do mundo #5 (Parte 3)

À boleia do mundo #6 (Parte 1)

À boleia do mundo #6 (Parte 2)

À boleia do mundo #6 (Parte 3)

À boleia do mundo #7 (Parte 1)

À boleia do mundo #7 (Parte 2)

À boleia do mundo #7 (Parte 3)

À boleia do mundo #8 (Parte 1)

À boleia do mundo #8 (Parte 2)

À boleia do mundo #8 (Parte 3)

À boleia do mundo #8 (Parte 4)

À boleia do mundo #9 (Parte 1)

À boleia do mundo #9 (Parte 2)

À boleia do mundo #10 (Parte 1)

À boleia do mundo #10 (Parte 2)

À boleia do mundo #10 (Parte 3)

À boleia do mundo #10 (Parte 4)

À boleia do mundo #11 (Parte 1)

À boleia do mundo #11 (Parte 2)

À boleia do mundo #11 (Parte 3)

À boleia do mundo #12 (Parte 1)

À boleia do mundo #12 (Parte 2)

À boleia do mundo #12 (Parte 3)

À boleia do mundo #13 (Parte 1)

À boleia do mundo #13 (Parte 2)

À boleia do mundo #13 (Parte 3)

À boleia do mundo #13 (Parte 4)

À boleia do mundo #14 (Parte 1)

À boleia do mundo #14 (Parte 2)

À boleia do mundo #15 (Parte 1)

À boleia do mundo #15 (Parte 2)

À boleia do mundo #16 (Parte 1)

À boleia do mundo #16 (Parte 2)

À boleia do mundo #16 (Parte 3)

À boleia do mundo #17 (Parte 1)

À boleia do mundo #17 (Parte 2)

À boleia do mundo #17 (Parte 3)

À boleia do mundo #18 (Parte 1)

À boleia do mundo #18 (Parte 2)

À boleia do mundo #18 (Parte 3)

À boleia do mundo #19 (Parte 1)

À boleia do mundo #19 (Parte 2)

À boleia do mundo #19 (Parte 3)

À boleia do mundo #20 (Parte 1)

À boleia do mundo #20 (Parte 2)

À boleia do mundo #20 (Parte 3)

À boleia do mundo #21 (Parte 1)

À boleia do mundo #21 (Parte 2)

À boleia do mundo #21 (Parte 3)

À boleia do mundo #22 (Parte 1)

À boleia do mundo #22 (Parte 2)

À boleia do mundo #23 (Parte 1)

À boleia do mundo #23 (Parte 2)

À boleia do mundo #23 (Parte 3)

À boleia do mundo #23 (Parte 4)

2 comentários:

  1. Também adoro viajar, pena tenho de não ter mais oportunidades. Conheces a Aldeia de Linhares? Perto da Serra da Estrela. Conheci este ano e adorei! Adoro sítios com história. A costa Alentejana também tem muito para mostrar tanto em história como em praia.

    ResponderEliminar