As minhas viagens de metro #63

by - maio 07, 2018

Fotografia retirada do Tumblr


«Se fosse para ficarmos em um só lugar, teríamos raízes ao invés de pés»



Preciso de fazer as malas e partir daqui. 
Ouço a voz do mundo a chamar-me 
A incentivar-me a ir em frente
E a esquecer a miragem
Da minha bagagem cheia de passado

O vento leva-me para Norte
E faz-me divagar com sentido a Sul
E, nesta rota desconexa, eu vou
Como um peso pluma
Despreocupada e livre

Não há nada que me prenda aqui
Preciso de criar raízes noutro lugar:
O meu!



M, 07.03.2015

You May Also Like

24 comentários

  1. Que poema maravilhoso
    Que nunca percas o teu norte 💖

    ResponderEliminar
  2. Que poema tão bonito!
    Expressas exatamente aquela que é também a minha vontade:)
    Beijinhos querida*

    ResponderEliminar
  3. A liberdade é mesmo assim, não estarmos agarrados a nada e a nenhum sitio e raízes têm as plantas.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  4. Muitas vezes ficamos agarrados aos lugares....

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  5. Que lindo poema :)
    Eu fiz as malas e foi o melhor que fiz ;)
    Bjinhos e boa semana*
    https://matildeferreira.co.uk

    ResponderEliminar
  6. Lindo e inspirador!!

    A concretizar?

    Beijinhos
    https://titicadeia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Gostei muito! =)
    Beijinhos,
    https://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  8. Que texto lindoooo!!!

    https://juliamodelodemodelo.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  9. Já pensas-te em publicar um livro de poesia? Devias!!! Adoro ( para variar ahah)

    ResponderEliminar
  10. Às vezes é preciso sair do lugar! :)
    Bjinhos!

    ResponderEliminar
  11. Que poema incrível! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  12. Fizeste pensar no que ando a fazer por aqui. Acho que devemos ser livres e explorar um pouco até encontrar realmente o nosso lugar :D Nunca se sabe se é numa casa ou por exemplo numa pão de forma :DDDD

    Beijinhos,
    DEZASSETE

    ResponderEliminar
  13. Por vezes a vida exige-nos uma mudança. Gostei :)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  14. Que bonito! Deu até vontade de colocar o pé na estrada e viajar por aí. <3

    ResponderEliminar
  15. Adoro este tipo de escrita, adorei este texto e que vontade de ficar só a "andar por aí"... :)

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar
  16. Sem dúvida, meu doce :) Só assim conseguimos tratar dela!

    É bom termos a noção de que precisamos de sair. De ir. Só e apenas ir!

    NEW REVIEW POST | THE BEST: LANCÔME TEINT IDOLE ULTRA WEAR. :o
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  17. Muito bonito.
    Ultimamente tenho imensas vezes essa vontade de partir sem destino. Deve ser tão bom!

    Tal como dizes na tua descrição, também quero imenso percorrer o país inteiro numa pão de forma, deve ser uma aventura inesquecível!

    ResponderEliminar
  18. Veio em boa altura este poema. Ando mesmo a querer sair da ilha, viajar e encontrar trabalho noutro lugar. Arrumar o passado na mala que cá ficará e rumar para "a minha verdadeira casa", onde lá poderei recomeçar em paz. Beijinhos <3

    ResponderEliminar
  19. Eu amo o seu poema bonita. Obrigado.

    ResponderEliminar
  20. Gosto sempre do que nos trazes com esta gaveta. Adorei :)

    ResponderEliminar