[Fr]agilidade

By Andreia Morais - outubro 04, 2016

Imagem retirada do google

«Frágil, já nem consigo ser ágil», Jorge Palma


Meia frágil
Meia ágil
De pensamentos
Vagos
Esvoaçantes
Que nem dentes de leão

Meia tudo
Meia nada
De voo picado
Apontando a sul
De amargos desejos
Perdidos em emoções paralelas

Meia eu
Meia tu
De metades desiguais
Do que és
E do que fui
Complementos
Que não encaixam
E se desdobram 
Em infinitos vazios

Meia ágil
Meia frágil
Nesse contrasenso
Bipolar
E simbiótico
Dos meus fragmentos
Em metamorfose

  • Share:

You Might Also Like

13 comentários

  1. Nunca gostei muito das músicas do Jorge Palma.
    Um ótimo dia por aí!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  2. Ao contrário da Isa eu gosto bastante do Jorge Palma e amanhã vou ver um espectáculo em Setúbal no Forum Luísa Todi com ele e o Sérgio Godinho.
    Um abraço e boa semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
  3. Denso, complexo, ambíguo, mas muito bom! Estás lá! ;)

    ResponderEliminar
  4. Incrivelmente fantástico. Adorei!

    Beijinhos minha querida!

    ResponderEliminar
  5. Muito bom, mais uma vez fantástico, tens talento nas palavras e eu adoro ler-te, sabes bem !

    Beijinhos, boa terça-feira!
    http://gestoolharesorriso.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  6. Sempre gostei muito de Jorge Palma, identifico-me e adoro este poema/esta musica :)
    Continuacao de boa semana*
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  7. É isso mesmo! Por vezes tendemos a esquecer o que é realmente importante.
    Obrigada por continuares (sempre!) desse lado, apesar da minha ausência :)
    Um beijinho enorme*

    ResponderEliminar
  8. Adoro esta música, adoro mesmo :)

    Beijinho

    Lina Soares
    https://trintaporumalinhanoticias.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Vale muito, né?! ;D

    Bonito! Mas me parece algo triste... Incompleto!

    Ótima terça!

    Beijo! ^^

    ResponderEliminar
  10. Ser meio oposto de outro meio é complexo! Pois se é sempre adversário de si. Se ágil, adversário do quanto se é frágil... Uma coisa você não é meia: poetisa. Isso você é completa. Beijo

    ResponderEliminar