Abre sonhos

By Andreia Morais - outubro 15, 2016

Imagem retirada do google

Vou colhendo chaves, como quem colhe maçãs, tentando abrir portas que se mantêm fechadas para o mundo. Os fios não tardam a esgotar-se e as fechaduras permanecem imaculadas. As oportunidades desvanecessem-se e há sonhos que continuam por abrir. Agarro o único símbolo em suspenso que sobra, de coração meio aflito e meio esperançoso, e peço baixinho para que seja desta. Um simples estalido distancia-me da liberdade. É a vida em movimento. E a minha anda às voltas, emaranhando-se em caminhos que não são os meus.

  • Share:

You Might Also Like

18 comentários

  1. Eu acho que igualmente importante, é não ter medo de usar essas chavinhas ;)

    ResponderEliminar
  2. Há chaves para tudo.
    Mas temos que saber encontrá-las...
    Magnífico texto, gostei imenso.
    Andreia, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  3. Mesmo!!! É uma dor de cabeça dos diabos :( ngm merece!

    Embora os caminhos não sejam teus, podes sempre arriscar em experimentar novos trilhos. Talvez essas chaves, que vais colhendo, te abram novos desafios :)

    NEW REVIEW POST | Facial Cleansing Tonic For Normal and Mixed Skins.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  4. Que consigas chegar a todos os teus sonhos!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  5. Que consigas chegar a todos os teus sonhos!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  6. Esses caminhos que pensas não serem teus vão acabar por te levar aquilo que mais anseias. Às vezes é preciso andar um pouco às voltas ;)

    ResponderEliminar
  7. O importante e mais difícil é abrirmos as portas certas.
    Um abraço e bom fim-de-semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
  8. Quando as chaves não são de grande utilidade, arromba-se a porta. Se não vai a bem, vai a mal. Só não se pode desistir. Tudo é legítimo e os fins justificam os meios ;)

    ResponderEliminar
  9. Sempre fantástica, Andreia. Um dia todos conseguiremos abrir a porta dos nossos sonhos! Um texto cheio de esperança!

    Bom fim-de-semana!
    http://gestoolharesorriso.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  10. Identifiquei-me com a forma de escrita. Por momentos pude rever-me a ler um texto meu, mas na verdade escrito por mim. Se já leste os meus textos, embora ainda não tenha postado muitos, percebes que são formas similares :) é bom ler alguém que escreve como eu :) Gostei

    Beijinho,
    Daniela Silva
    ❀ Diamonds In The Sky

    ResponderEliminar
  11. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho.Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
    A Verdade Em Poesia.

    ResponderEliminar
  12. Andreia os teus textos são tão bons de ler.
    Espero que realizes os teus sonhos!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  13. Se não encontras a chave, arromba a porta que te separa do mundo. :)

    ResponderEliminar
  14. Fico imensamente contente com a tua visita ao meu cantinho,fico imensamente contente que tenhas gostado da cor com que pintei as minhas unhas!! Quanto a esta tua publicação,é sempre hora de dar cor aos nossos sonhos,desde que estes não se tornem em pesadelos,beijinhos e excelente domingo para ti!!

    ResponderEliminar
  15. A minha vida ultimamente também tem estado emaranhada em caminhos que não são os meus. Acho que preciso de encontrar a chave da porta certa.
    Mais uma vez adorei o texto :)

    ResponderEliminar
  16. Às vezes temos de dar um "estalido" para encontrarmos a nossa felicidade.
    Beijos

    ResponderEliminar
  17. Adoro a escrita, é muito profunda, cheia de fantasia, linda! Essas chaves são precisas, essas chaves são de quem as procura, de quem tenta ver mais além, o mundo em geral e o seu mundo (há sempre mais do que se pode ver). Beijinhos

    ResponderEliminar