(Dar) Colo


Absorta em pensamentos aleatórios vou percebendo o quanto a expressão «dar colo» é tão abrangente e aconchegante. E é então que me decifro e reparo que estou constantemente disponível para dar colo aos meus, tentando sarar-lhes as feridas, mas quando sou eu a precisar fecho-me num silêncio que, aos poucos, me sufoca.

Comentários

  1. O silêncio é muito mau, há que pôr tudo cá para fora.
    Um abraço e uma boa semana.

    ResponderEliminar
  2. Sou tão igual a ti nisto. Dou sempre disponível para dar colo a quem precise mas raramente peço colo a alguém. Acho sempre que não devo incomodar...

    ResponderEliminar
  3. Acabei de me rever no que escreveste...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  4. Olha, como eu te percebo, sou muito assim, sempre fui. Sei que me faz mal ser assim mas, fazer o quê... :/ :)
    PT Blogger @ The Girl In Jeans

    ResponderEliminar
  5. É verdade, nem sempre conseguimos "querer esse colo" quando mais precisamos.
    Bom pensamento querida!

    ResponderEliminar
  6. nao te feches, procura tamb esse colo, acredita que ira saber bem

    ResponderEliminar
  7. Odeio quando as pessoas não percebem (ou fingem que não percebem...) que algo está a sufocar-nos. Que seja necessário "pedir" ajuda, quando a falta dela é tão óbvia...
    Não sei pedir. :/

    ResponderEliminar
  8. Sou igual, mas aos poucos estou a aprender a mostrar aos outros que também preciso de colo de vez em quando. Não podemos mudar a forma como os outros agem, mas podemos sempre mudar a forma como reagimos à forma dos outros agirem, e guardar tudo para nós, nunca é bom ;)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário