Clareza


Às claras. Agora, apenas agora, compreendi que o teu [falso] amor não era desprovido de interesses externos. O meu, genuíno e inocente, tornou-se seco nesse coração de pedra. Amei-te. Mais do que tu me amaste a mim. Porque a minha única preocupação era proteger-te, mantendo-te livre, enquanto, para ti, fui apenas um golpe de sorte, o teu amor ao acaso, para lamberes as feridas e partires à conquista. E é curioso como até nisso fomos o oposto um do outro: foste o meu tudo. E eu apenas servi de passagem, talvez de paragem, para uma história maior.

Comentários

  1. Acreditas que existem passagens que não são apenas meros bancos de espera?

    Existens passagens que hoje nos parecem abandonadas mas quando se menos espera surge uma cor.. essa cor faz desse banco uma história.. a vossa história.

    Quando menos esperares serás uma boa recordação (uma clareza) na vida dele, e não só uma passagem..

    ResponderEliminar
  2. É sempre triste quando descobrimos que damos o melhor e do outro lado não passa de fachada.
    Um abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. q texto triste :)

    nao sei se costumas fazer desafios mas nomei-te para realizares um se quiseres http://aquelecantinhodaaninha.blogspot.pt/2016/03/tag-viciados-em-musica.html

    ResponderEliminar
  4. Ficção ou realidade?
    Realmente há momentos assim, momentos de passagem em que nos "usam" e por vezes "abusam", faze-nos crer e acreditar em cenários perfeitos...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente são situações que acontecem muitas vezes. Acreditamos profundamente noutra pessoa, pensamos que estamos em sintonia, e depois vamos a perceber que não poderíamos estar em sítios mais distantes da relação :/
    The Girl In Jeans | Blog
    The Girl In Jeans | Facebook

    ResponderEliminar
  6. Há de ser que encontraremos, ao final de alguma insistência em becos sem saída de si mesmos, uma rua que nos leve à estrada da existência. Dos becos, podemos reclamar e não devemos fazê-lo antes de compreender que, se não levam ninguém a lugar nenhum, tampouco vão. Cedo ou tarde saímos deles. Sua desgraça é que eles mesmos nunca saem de si. Beijosssssssssssss

    ResponderEliminar
  7. É triste quando percebemos que a pessoa que amamos não amava também, Andreia beijos.

    ResponderEliminar
  8. "Não há bem que dure nem mal que perdure". Sempre mo disseram assim como: "o que tem que ser, tem muita força" e eu acredito que quando é para sermos felizes, temos tudo a nosso favor. Ainda que seja necessário largar um grande amor.

    ResponderEliminar
  9. Seria fácil dizer que o tempo tudo sara, ou que um pontapé para o ar e seguir em frente, é a solução milagrosa. Mas nas coisas do coração, não há soluções por folheto. Cada pessoa reage e supera de maneira diferente as emoções...
    Bom fim de semana. :)

    ResponderEliminar
  10. É tão mau e triste quando nos sentimos usadas dessa forma... Mas há quem pensar que isso só nos torna mais fortes e alerta para situações futuras. Nunca nada acontece por acaso :)

    ResponderEliminar
  11. Que palavras tão fortes, tão marcantes, tão genuínas e tão sinceras. Adoro (ler-te)
    <3

    http://gestoolharesorriso.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  12. Como eu te percebo...deixa lá com os erros se aprende!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  13. Identifiquei-me com as tuas palavras! Está tão triste, mas bonito ao mesmo tempo!

    ResponderEliminar
  14. Sabes, eu costumo dizer que nada acontece por acaso, seja bom ou mau... e se, por algum motivo, não conseguimos aquilo que queremos significa que algo melhor está para vir, ainda que não o vejas isso agora :)

    ResponderEliminar
  15. Um dia o teu amor será paragem final para alguém. Será o teu abraço que dará sentido a tudo. :)

    ResponderEliminar
  16. Estas situações são tão complicadas, damos amor a pessoa que não nós merece.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário