Minutos com história VII

By Andreia Morais - março 12, 2015


«Num filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa extrair a imaginação», Charles Chaplin


Desvalorizamos o silêncio. Encaramo-lo como algo que nos irá destruir - e destrói, quando o usamos como arma e não como um aliado. Mas, na verdade, é muitas vezes a resposta que estamos a precisar. O passo impulsionador para a mudança. Aprendemos tanto com ele e mesmo assim continuamos a preferir a confusão de palavras vazias a parar para o escutar.

E o simples olhar ininterruptamente para alguém? Fugimos desse contacto, como se nos vissem por dentro. Como se nos julgassem ou nos desvendassem todos os segredos, ou ambas as situações. Quantas vezes é que durante uma conversa não desviamos os nossos olhos para algo que não seja a pessoa com quem comunicamos? Esse grau de intimidade assusta-nos por qualquer motivo que não é assim tão claro. Incomoda-nos. Inquieta-nos.

Somos seres complexos. E talvez seja mesmo a expressividade que o silêncio e o olhar carregam que nos deixa tão apreensivos, porque nos expõe de uma maneira que muitas vezes não chegamos a compreender. Mas e se nos desafiassem a ficarmos durante quatro minutos a olhar para uma pessoa, sem nos ser permitido quebrar essa ligação visual? Permanecermos ou não calados é opcional, mas o resto da equação não é negociável.

«Estudos revelam que quatro minutos seguidos de contacto visual podem aumentar a intimidade. Para testar esta teoria, juntaram seis pares de pessoas em diferentes etapas das suas relações». Como é que será que elas reagem? Terá esta teoria fundamento? Vamos descobrir?

  • Share:

You Might Also Like

26 comentários

  1. Linda postagem amei,
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  2. Dá que pensar.

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Dá que pensar.

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Sou sincera, adoro o silêncio. Tem sido, ao longo dos anos, o meu melhor amigo!

    Adoro este vídeo. É super giro ver como uma coisa tão simples influencia os relacionamentos.

    ResponderEliminar
  5. Lindo, Andreia.
    Já tinha conhecimento desta experiência, e achei fabulosa. Claro que, também usaram uns casais que se "ligam" razoavelmente bem, interessante seria constatar a reação de casais em situações em que essa "ligação" já se encontra em perigo, não é?
    Mas é lindo de ver e traz muitas questões.

    bj amg

    ResponderEliminar
  6. Que incrível, adorei, amiga.

    Obrigada por dividir.

    Bjos

    chuvadecamelias.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  7. Adoro o silêncio. Neste momento nem se ouve uma mosca.
    É a altura certa para visitar amigos virtuais.
    Kis :>}

    ResponderEliminar
  8. Gostei muito e estou totalmente de acordo.

    ResponderEliminar
  9. Vivemos num século onde as relações interpessoais foram substituídas por mensagens e redes sociais e através deste vídeo é que conseguimos perceber o que isso causa ao nosso cérebro! Como é que pessoas que até estão juntas há anos se sentem desconfortáveis por partilhar um olhar acompanhado de silêncio? Sou apologista de conversas cara-a-cara mas o silêncio também é importante, e muito. Valorizo-o imenso e faço muito uso dele sem me sentir desconfortável

    ResponderEliminar
  10. Convivo bem com o silêncio saudável... aquele silêncio que não incomoda, sabes? Mas o olhar... o olhar diz tudo, umas vezes felizmente, outras nem tanto.

    Beijo querida

    ResponderEliminar
  11. Pois é, dá mesmo que pensar :) Gosto muito do silencio mas custa-me muito manter contacto visual com alguém vá se lá perceber porquê!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  12. Histórias bem contadas,
    com palavras bem escritas
    lindas flores perfumadas
    felizes vivem as raparigas
    com amor bem amadas!

    A ideia video esta bem pensada,
    frente a frente para melhor se conhecerem
    pode ser o principio duma feliz caminhada
    para sempre juntos felizes viverem!

    Boa noite e bons sonhos, Andreia, um beijo,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  13. UAU!!

    Que perfeito! :)

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderEliminar
  14. É impressionate não é ? Eu já tinha visto este vídeo e adorei... e o que me impresionou mais, foi terem acabado todos, a tocarem-se, a beijarem-se, a rirem-se... espectacular.

    Tens toda a razão, quando dizes, que por vezes desviamos o olhar... comigo acontece-me e por vezes ''forço-me'' a olhar nos olhos. É mesmo como dizes, por vezes nem sabemos bem o porquê, mas incomoda ou inquieta-nos.

    Beijinhos querida*

    ResponderEliminar
  15. eu acho que o "olhar nos olhos" é muito intimidante x)

    r: aiii, espero que sim!

    ResponderEliminar
  16. Adorei, adorei, adorei! Está incrível :p

    r: Eu vou porque está incluído na viagem de finalistas e sim, deve ser bastante giro *

    ResponderEliminar
  17. Fez-me pensar... Está completamente incrivel.

    ResponderEliminar
  18. Que giro, as vezes devíamos fazer isto com as pessoas que nos rodeiam para pensar.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  19. Eu sou do tipo que ficava "sem jeito" literalmente. Fosse com estranhos ou com quem fosse.
    Estou com os meus amigos e fico intimidada quando eles começam a olhar muito tempo nos meus olhos, sejam raparigas ou rapazes...

    ResponderEliminar