Ferida aberta

By Andreia Morais - março 27, 2015


«(...) É tão raro alguém merecer toda a nossa confiança, não é?»


Tocas na ferida como se isso te ajudasse a curá-la. Mas ainda não percebeste que o corte é demasiado profundo para que regenere com as tuas palavras vazias. Talvez num passado já distante sarasse com essa facilidade, por acreditar nessa doce ilusão de que o teu tipo de amor era a minha salvação. Hoje, num presente tão vincado de certezas, descredibilizo o teu dom - inexistente. Ficamos à margem um do outro. E a ferida ainda não fechou. 

  • Share:

You Might Also Like

25 comentários

  1. Com o tempo a ferida vai sarar .... :)

    ResponderEliminar
  2. tudo se cura com o tempo vem o esquecimento e amortiza a dor :D
    bom fim de semana :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Há feridas que nunca chegam a fechar, apenas aprendemos a viver com aquele incómodo da dor constante

    ResponderEliminar
  4. O tempo é o nosso maior aliado para "curar as nossas feridas".

    http://checkinonline.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Feridas abertas, passados não arrumados... bah, o ser humano sofre.

    Tens um desafio no meu estaminé Andreia :D

    Beijo

    ResponderEliminar
  6. talvez nunca feche. Mas irás aprender a viver com isso!

    ResponderEliminar
  7. A ferida vai fechar, pode nunca sarar completamente mas deixará de te incomodar.

    ResponderEliminar
  8. A ferida vai fechar, pode nunca sarar completamente mas deixará de te incomodar.

    ResponderEliminar
  9. A ferida vai fechar, vais ver!
    Beijinho

    adonadasushi.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  10. Há feridas que demoram muito a fechar. Mas um dia, eventualmente, deixarão de abrir.

    ResponderEliminar
  11. lindo texto! há feridas que não saram, passe o tempo que passar :s

    ResponderEliminar
  12. O tempo ajuda a minimizar a dor.

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  13. O tempo ajuda a minimizar a dor.

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  14. Que texto triste e bem escrito, não gosto de amores que não dão certos, mas aprendi uma coisas, eles existem para que O grande amor apareça e faça tudo mudar ;) Beijokas!

    ResponderEliminar
  15. R : Obrigada ... Mas o que achas do texto ?

    ResponderEliminar
  16. Só o tempo com seu elixir balsâmico poderá curar uma ferida tão profunda
    Beijos amada

    ResponderEliminar
  17. Como já passou muito tempo que não venho nestas bandas, comento apenas o teu blogue e não o teu comentário no meu. xD

    1.º Adorei a gaveta (símbolo/imagem) que inseriste no teu header.
    2.º Comentar esta mensagem: Gosto da imagem e de alguma forma sinto essas palavras. Há memórias que demoram a diminuir a sua carga emocional. Quando se volta a falar ou ver ou ouvir ou usar qualquer outro sentido acerca delas mostra um "reviver". Tudo depende do que precisamos e queremos, a escolha depende de nós.

    ResponderEliminar
  18. Depende mesmo da intenção, se é uma boa ou má.

    Ficarei à espera então da publicação de amanhã. Este fim de semana devo estar mais presente por estas bandas bloguistas.

    Desde que tenha sempre uma boía a acompanhar-me ou consiga flutuar irá correr pelo melhor. :)

    Cumps*

    ResponderEliminar
  19. Sempre me lembro de mim a estudar daquela forma :P Como adoro escrever, fazer apontamentos é o meu passatempo favorito. Ahahaha :P Mas pronto, o importante é que cada um encontre o método mais adequado para que possa levar a bom-porto os estudos :p Cabe a cada um decidir e fazê-lo :p

    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  20. O tempo é o melhor amigo nestes casos, não te deixes ir abaixo linda!

    ResponderEliminar
  21. Adorei o teu texto, está fantástico há sempre aquelas cicatrizes que ficam bem marcadas. Os teus textos sempre que venho aqui falam sobre aqui que de momentos estou a sentir.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar