Sonhos de papel

By Andreia Morais - janeiro 24, 2015


«Nós somos do tecido de que são feitos os sonhos», William Shakespeare


Há um sonho de papel
Escrito nas estrelas do mar,
Escondido em segredos
Nos recantos do meu coração.

Há mais um sonho
Desenhado em constelações
De mil fios, de mil cores
Com o meu coração dentro delas.

Há um papel que vagueia nas asas do vento,
Perdido, envolto em desejos e sonhos meus.
Aconchegado na ternura da tua voz,
Na melodia do teu olhar.

Tenho mil sonhos, em mil pedaços de papel
Pequeninos, guardados na palma da minha mão.
Tenho mil sonhos, mil desejos, mil vontades
De ti!

Queria envolver-te num beijo terno,
Num enlace sem laço, mas que nos enlaçasse.
Queria envolver-te num abraço
E repousar encostada ao teu peito.

Queria agarrar-me ao cordão de um balão
Contigo, e voar daqui.
Queria... Tanta coisa
Mas ao mesmo tempo nada mais do que uma coisa:
Tu!

Queria ficar contigo
Para sempre, seja essa sempre o tempo que for.
Queria ter-te aqui, ao pé de mim,
Onde o tempo não dói.

Há um sonho que escrevo com o coração
Num pedaço de cartão castanho cor de mel,
Como o teu olhar doce e apaixonante.

Há um pedaço de papel que guarda
O meu maior segredo:
O meu coração será sempre
O teu porto de abrigo.

Há um sonho de papel,
Um desejo escrito em cartão,
Com uma tinta cor de mel
Para te dar o meu coração.

Tenho mil segredos guardados numa caixinha só.
Um latejar forte, um desejo só.
O meu sonho está guardado em papel,
Que vagueia solto em alto mar.

Há sonhos que serão sempre meus,
Que permanecerão aconchegados na palma da minha mão.
Há sonhos que, por serem os meus sonhos,
Estarão sempre escritos em papel.

Eu queria ter-te aqui, entrelaçado ao meu coração.
Mas há sonhos que, por serem só os meus sonhos,
Serão sempre sonhos de papel.


Parte do que sou. Novembro, 2011

  • Share:

You Might Also Like

25 comentários

  1. Adorei adorei adorei!

    Que texto!!!! *.*

    Simplesmente sublime!

    Beijinhos querida! ♡

    ResponderEliminar
  2. r: já podia ter sido este ano , mas pronto isso já passou. Se todo correr bem em setembro lá estou :)
    bom fim de semana *

    ResponderEliminar
  3. E o sonho comanda a vida...

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Essa tua prosa em versos é encantadora; gostei muito!
    Beijo.

    ResponderEliminar
  5. Oi Andreia
    Todo sonho tem grandes possibilidades de se tornar real e um sonho de amor... grande chance!!!! Belíssimo poema!!
    Um ótimo final de semana
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Que seria de nós sem sonhos ? :)

    http://checkinonline.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. r: obrigada, estou á espera dessa aventura :)

    ResponderEliminar
  8. Sonhos de papel,
    beijos voando no vento
    vão pousar em lábios de mel
    sejam reais não só no pensamento!

    Boa noite Andreia e bons sonhos,
    bom fim de semana, um beijo.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  9. Sem dúvida alguma, minha linda! E ele foi um exemplo para todos os que com ele se cruzaram!
    Obrigada por tudo, princesa! <3

    ResponderEliminar
  10. Lindo!!! Sem descrição possivel!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  11. Sonhos! Fizeste-me pensar em comer uma boa dose deles.
    Kis :>}

    ResponderEliminar
  12. Olá,

    Sou seu mais novo seguidor.

    Voltarei com mais calma para ler o máximo do seu blogue

    Estou vindo até você para que não fique de mal com a vida de tanta procaria que você lê nos nos jornais, vê na televisão,etc e tal.

    No nosso blog HUMOR EM TEXTOS, no qual você não encontrará baixarias , nem noticiários inúteis escapando de vez da depressão e garanto que se não for o melhor blogue de HUMOR da internet, está entre os bons , modéstia a parte porque 2353 seguidores nos prestigiam.

    Xô baixo astral, adeus mesmices e chateações da mídia!!!

    Espero você por lá:

    Endereço: http://paulotamburro.blogspot.com.br/

    Um abração carioca.

    ResponderEliminar
  13. Que belo texto! Simples, delicado, cheio de amor. És mágica :)

    ResponderEliminar
  14. Mais uma vez amei, não é? O que é que uma pessoa pode dizer depois de ler algo tão bonito quanto este poema? Nada não é? Não há nada que eu possa dizer que faça jus a estas lindas palavras. Corro o risco de me tornar repetitiva, mas porra Andreia, escreve um, 5, 10 livros, mas escreve, ok?

    ResponderEliminar