Doce ou salgado q.b. #1

By Andreia Morais - novembro 05, 2014


«Cozinhar é como tecer um delicado manto de aromas, cores, sabores, texturas. Um manto divino que se deitará sobre o paladar de alguém sempre especial», Sayonara Ciseski


Cozinhar é uma arte que não domino, mas que começo a apreciar. Gosto dos aromas que invadem a cozinha, que para muitos é o coração da casa, dos temperos que se misturam, das invenções que se fazem, dos tachos e das panelas a fumegar. Os olhos também comem, por vezes mais do que a própria barriga, por isso é preciso alimentá-los com mestria. Uma mesa com iguarias e uma boa bebida a acompanhar fazem a noite. E as receitas são infindáveis, portanto não há desculpa. 

Quando iniciei a rubrica «A minha vida tem...» falei sobre um prato que comi muitas vezes na minha infância. E ainda hoje o faço porque adoro. Como algumas pessoas disseram não saber o que é, pensei partilhar a receita que a minha avó fazia (e que é a mais simples) contrapondo-a à que a minha faz atualmente. Tenho imensa sorte em viver numa casa - e numa família - onde todas as pessoas cozinham divinamente, espero ter herdado esse dom. Esta ideia deu rapidamente lugar ao pensamento de criar uma rubrica onde partilhasse algumas receitas que gosto particularmente, desde os doces aos salgados, ou até a uma simples infusão de chã. Aqui vale tudo, menos comida estragada.  

Doce ou salgado q.b não terá uma periodicidade definida, mas aparecerá sempre que a fome ou a gulosice se fizerem notar. E como é quase hora de começar a preparar o almoço, deixo-vos com a primeira receita. Com a certeza de que esta, para mim, não é só deliciosa, traz consigo memórias de dias felizes. 


Receita 1: Farinha de Pau com frango


À moda da avó:

- Colocar o frango numa panela com água e deixá-lo cozer (colocar sal para temperar);
- Assim que estiver cozido, desfia-se o frango;
- Juntar a farinha de pau (farinha de mandioca) e ir mexendo para não colar. 
- Reduzir o lume e deixar cozinhar até que o preparado obtenha a consistência desejada. 

À moda da mãe

- Fazer estrugido (refogado);
- Quando a cebola estiver dourada, junta-se polpa de tomate e rala-se tudo com a varinha;
- Acrescentar vinho, vinagre, sal e folha de loureiro;
- Colocar o frango no estrugido;
- Depois de estufado, desfia-se o frango e acrescenta-se a farinha de pau (farinha de mandioca).
- Ir mexendo para não colar, baixa-se o lume e deixa-se cozinhar até obter a consistência desejada.

Nota comum:

- A quantidade de farinha a colocar depende do gosto pessoal, isto é, depende se querem que fique um preparado mais grosso ou menos;
- Podem substituir o frango por bacalhau, perú ou outro alimento que gostem mais. Ou então acrescentar cogumelos e legumes.

Qualquer dúvida que tenham deixem-na nos comentários ou enviem-me uma mensagem para o e-mail do blog.

  • Share:

You Might Also Like

27 comentários

  1. Tenho que te enviar uma receia, pudim de atum no forno :)

    ResponderEliminar
  2. A única coisa que eu sei cozinhar mesmo mesmo bem é massas. Isso e panquecas. De resto sou um nabo. Nem me atrevo a estrelar um ovo ou a fritar um bife de perú que seja porque já sei que vai dar mau resultado. A minha sorte é que o F' é um cozinheiro nato eheh

    r: eu mesmo quando trajava levava brincos eheh mas daqueles que ficam justos e geralmente eram pretos para não dar nas vistas. Até porque como levava sempre o cabelo solto acabavam por não se ver e eram mesmo muito discretos, mas shiiu, não contes a ninguém :p

    ResponderEliminar
  3. Não sou grande fã de farinha de pau, mas tens razão, os aromas são os cheiros da casa!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  4. Não sei cozinhar mas a minha mãe e a minha avó são especialistas, principalmente no uso de milhentas especiarias.

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente só sei cozinhar o básico.
    r: As opiniões são subjectivas, tens razão, por isso, nada como começar a ler :)

    ResponderEliminar
  6. Vou te contar que não tenho a mínima paciência para cozinhar... Mas adoro quando coziam pra mim! rs!

    Ótima quarta, Andreia!

    Beijo! ^^

    ResponderEliminar
  7. Dica maravilhosa amei a receita.
    Siga e curta o meu Canal: https://www.youtube.com/user/NekitaReis
    TSU: https://www.tsu.co -Nequeren

    ResponderEliminar
  8. Adoro cozinhar e gosto sempre de experimentar novas receitas. Obrigada pela partilha e pela tua visita ao meu cantinho e pelo teu comentario. :)
    Beijinho de Toronto
    claudiapersi.blogspot.ca

    ResponderEliminar
  9. Nunca consegui comer farinha de pau


    www.tarasemanias.pt

    ResponderEliminar
  10. Curiosamente, nunca comi farinha de pau!


    Visita o meu blog, novo post
    hashtagwwu.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. r: eu também gosto do azul, mas para roupa nem tanto :s

    ResponderEliminar
  12. r: Mais uma coisa que temos em comum :p

    ResponderEliminar
  13. Eu até arrisco de cozinhar, pra mim e para os outros. Sei fazer, mas me irrita ficar na frente do fogão! hahaha!

    Ótima quarta, Andreia!

    Beijo! ^^

    ResponderEliminar
  14. A minha mãe também cozinha divinamente eheh
    Acho que nunca provei esta receita.

    ResponderEliminar
  15. Nunca tinha ouvido falar desta farinha... Eu gosto de cozinhar, adoro os cheiros que ficam pela casa, mas não o faço com muita regularidade. Tenho quem o faça por mim - a minha mãe, que é a melhor cozinheira de sempre ahah :P

    ResponderEliminar
  16. Fiquei com curiosidade... porque não foste ao baile de finalistas?

    ResponderEliminar
  17. Doce ou salgado,
    só se saberá depois de o provar
    adorei o seu cozinhado
    estava sim um rico manjar!

    Para não chegar atrasado,
    vim pelo caminho mais perto
    de letras fez perfeito refogado
    todas colocadas no sítio certo!

    Desejo-lhe boa noite e bons sonhos, um beijo
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  18. r: aquela carinha laroca é-te familiar porque se trata do mesmo actor que faz de Alaric no The Vampire Diaries (não sei se segues a série ou se já viste alguns episódios, mas ele entra nela) ;) eu morrer à fome também não morro mas quando o F' vem cá comer a casa só me atrevo a fazer-lhe massa com qualquer coisa, geralmente atum, queijos, fiambre, delicias do mar e coisas que tais que não envolvam frigideiras porque senão ainda o mato xD

    ResponderEliminar
  19. Não conhecia esta receita vou me aventurar com ela talvez este fim - de - semana.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  20. Quero mesmo que a minha casa fique associada ao cheiro de uma comida que traga muitas recordações!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  21. Verdade! ;)

    Ótima quinta, Andreia!

    Beijo! ^^

    ResponderEliminar
  22. Adoro cozinhar coisas novas, por isso está rubrica é muito bem vinda :)

    ResponderEliminar
  23. Eu não sei cozinhar nada.:( Mas gostei da rubrica.:)

    ResponderEliminar
  24. Gostei desta tua ideia :) Tenho que experimentar esta receita!!

    ResponderEliminar
  25. Que bom teres partilhado a receita, eu fui uma das meninas que perguntou o que era ;) Agora tenho que experimentar :) gostei também da nova rubrica, fico a aguardar novas receitas.

    ResponderEliminar