Liebster Award III e não só!


«Vivo sempre no presente. O futuro, não o conheço. O passado, já o não tenho», José Saramago


A Italiana, do blog Segredos de uma Italiana, e a Amelia, do blog Girls do not dress for boys, nomearam-me para mais um Liebster Award. Com este já é o terceiro que faço e só posso agradecer por todo este carinho. Se estão recordados, o objetivo é dar a conhecer novos blogues. E consiste em revelarmos onze factos sobre nós, responder às onze perguntas que nos colocaram, nomear onze blogues e fazer as nossas próprias onze perguntas. Já não é a primeira vez que respondo a esta TAG, como já perceberam, mas, vou fazê-lo novamente, deixando-vos apenas as respostas às perguntas que deixaram para as selecionadas.

As surpresas não ficam por aqui, uma vez que a P', do blog DeCoração, também me escolheu para responder a cinco perguntas relacionadas com este meu cantinho. De seguida, tenho que escolher cinco bloggers e fazer-lhes as minhas cinco perguntas (esta parte é aquela que nunca faço, já sabem, porque não consigo mesmo escolher. Mas quem quiser fazer, pode responder às perguntas que respondi).


As perguntas da Italiana:

1. O que significa o blog para ti?
Um refúgio. Um espaço onde posso escrever sobre o que mais me fascina ou, então, sobre tudo aquilo que não me agrada. Além disso, é uma forma de ir aperfeiçoando a minha maneira de escrever, encontrando o meu estilo, até porque o retorno que tenho por parte de quem me lê permite-me isso mesmo. 

2. O que é para ti um mundo de sonho? 
Esta é difícil, mas, para mim, seria aquele onde as pessoas pudessem ser o que quisessem sem sentirem qualquer tipo de preconceito em torno disso. Um mundo onde o respeito fosse algo intrínseco a todos. Onde houvesse sempre vontade de trabalhar, de melhorar e uma preocupação constante com quem está ao nosso lado, sendo ou não um conhecido. Acho que ainda é preciso olharmos menos para os nossos umbigos, quando percebermos isso começamos a construir um mundo que, se não for de sonho, será definitivamente melhor.   

3. Dá uma dica às pessoas que queiram criar um blog.
Têm mesmo que se identificar com este mundo, porque ter um blog acaba por ser um compromisso, sobretudo quando começamos a interagir com outros bloggers. E depois sejam o mais verdadeiros possíveis, no sentido de se manterem fiéis ao objetivo com que o iniciaram. Inevitavelmente, por muito que até possamos abordar assuntos que outros bloggers também abordam, todos temos a nossa forma de nos expressar e as nossas ideias para pôr em prática. Façam-no, sem sentirem pressão sobre isso, porque o blog é vosso, por isso vocês, mais do que qualquer outra pessoa, sabem que rumo é que querem que ele leve. Não há nada pior do que nos deixarmos ir pelos outros, porque aí o blog vai deixar de fazer sentido e o mais provável e que não se identifiquem com ele e o fechem, quando até podiam ter tudo para continuar.

4. Há aspectos negativos no blog? Se sim, quais?
Quando as pessoas decidem terminar com o espaço que têm. Talvez não seja um aspeto negativo no blog propriamente dito, mas é algo que mexe comigo. Acabas por criar laços com aquela(s) pessoa(s) e quando ela(s) decide(m) que está na hora de dizer adeus sentes essa ausência. Mas é ainda pior quando nem sequer avisam e vais ao blog e percebes que já não existe ou quando simplesmente deixam de atualizar. Há logo ali uma quebra que se estende a várias vertentes.  
  
5. Tens amizades neste mundo?
A palavra amizade é muito forte e acho que são poucas aquelas pessoas a quem podemos chamar de amigos (ou devíamos). Acredito em amizades virtuais, sobretudo quando há um contacto regular, quando as conversas passam para lá do blog. Não sei se as posso chamar de amigas, mas que tenho pessoas muito especiais neste mundo da blogosfera isso sim!

6. E se não existisse blogosfera, como seria?
Seria algo normal, porque se não existisse nem sequer teria a oportunidade de saber como é fazer parte deste meio, logo também não havia hipótese de sentir falta. Mas se deixasse de existir neste momento seria estranho, haveria um vazio e sei que deixaria de ter contacto com algumas das pessoas que fui conhecendo aqui, mas continuaria a escrever porque é algo que faço desde que aprendi as primeiras letras e não me imagino a deixar de o fazer. 

7. Como descreves o teu blog? 
Há uns dias ouvi a expressão «manta de retalhos» e acho que o meu blog é um pouco assim, no sentido em que abordo vários assuntos e alguns deles bem distintos uns dos outros. 

8. O que mais gostas no teu blog?
Gosto do facto de ser a tal manta de retalhos que referi na pergunta anterior. Este blog é o reflexo do que sou, porque tudo o que aqui publico faz-me sentido e diz-me alguma coisa. Aqui expresso as minhas preocupações, os meus sonhos, as minhas paixões, os meus devaneios, o porquê de admirar alguém, entre tantas outras coisas. E é este caráter versátil que tem (e que não tinha o meu primeiro blog) que me dá ainda mais vontade de continuar.   
  
9. Se tivesses um lema de vida, qual seria?
O meu lema de vida é mesmo não dar deixar de ser eu, independentemente das circunstâncias e dos aspetos negativos e positivos que isso possa ter. Nunca agradaremos a todos (nem quero), portanto mais vale mantermo-nos fiéis àquilo que somos. 

10. Quais as tuas blogger's preferidas?
Não acho que se aplique a palavra preferida, mas naturalmente tenho bloggers com quem mantenho um contacto mais regular, não só por serem mais assíduos nas visitas que me fazem e nos comentários que me deixam, mas também por terem uma forma de escrever com a qual me identifico ou porque o próprio blog acaba por se aproximar daquilo que eu gosto de ler, como é o caso do blog do Paulo Silva, da Audrey Deal, da Ísis, da Cláudia S. Reis,... Mas há mais, muitos mais, basta ver na minha lista de leitura, porque todos os blogues que sigo tocam-me de alguma forma. Estes são só um exemplo.

11. Recomendas criar um blog a alguém? Porquê?
Recomendo a todas aquelas pessoas que estejam a pensar fazê-lo. Se é realmente algo que querem devem criar um, porque encontram não só uma boa desculpa para sair da rotina, mas também a oportunidade de conhecer pessoas fantásticas. Além de que aqui há uma coisa que gosto muito: ninguém julga. Muito pelo contrário, encontramos sempre alguém que, embora não saiba quem somos, tem sempre uma palavra carinhosa para nos dar.


As perguntas da Amelia:

1. Se pudesses mudar alguma coisa em ti, o que seria?
Preocupo-me demasiado com as pessoas, talvez mudasse isso. Não por considerar que algumas não merecem, mas para evitar magoar-me com aquelas que não valem a pena. E mudava também a minha timidez, que tantas vezes me faz bloquear quando estou com pessoas que admiro.

2. Se fosses ultra super zilionário, o que farias?
Comprava uma Pão de Forma, a Canon 600D e iniciava a minha viagem por Portugal, de Norte a Sul do país, incluindo os Arquipélagos. Ajudava a minha família, os meus amigos e aqueles que acho que mais precisam de ser ajudados. Criava o meu próprio infantário e o resto guardava até surgir um projeto onde sentisse que valia a pena investir.

3. Qual é o teu trabalho/profissão de sonho?
Educadora de Infância.

4. Se fosses um animal qual serias? E porquê?
Seria um cão, mais especificamente um labrador, porque é o animal que mais gosto desde sempre. E ainda não perdi a esperança de ter um. 

5. Um blogue porquê? Ou para quê?
Adoro escrever, por isso acho que é o melhor sítio para o fazer. Além de que também me permite abordar diferentes temas e ficar a conhecer mais sobre outros assuntos, outras opiniões e outras formas de escrita.

6. Se pudesses escolher um super-poder qual seria?
Teletransporte, sem dúvida. 

7. Há alguma coisa de que te arrependas particularmente? (E que possa ser partilhada)
Arrependo-me de não ter tido coragem de dizer algumas coisas a algumas pessoas. 

8. Qual o teu grande objectivo de vida?
Ser feliz e nunca deixar de ser como sou.

9. Qual o teu filme da Disney preferido?
Papuça e Dentuça.

10. Tens algum herói ou heroina?
Pela luta que travaram quando a doença as afetou, as minhas avós serão sempre as minhas heroínas. Depois tenho pessoas que admiro muito (como os meus pais e alguns artistas) que, à sua maneira, também acabam por ser uns heróis.

11. O que achaste da nomeação?
Fiquei mesmo contente, porque é sinal que as pessoas se lembram de nós. 


As perguntas da P':

1. Ser blogger sempre foi algo que quiseste?
Confesso que não. Aliás, era um mundo que desconhecia completamente até me falarem sobre ele.

2. Quando te apercebeste que estava na altura/necessitavas de criar um blog?
Tenho um primo que também escreve e que por saber que gosto de o fazer me perguntou porque é que não criava um. Não lhe soube responder, mas fiquei a pensar naquilo. Começou a fazer cada vez mais sentido e foi então que em 2009 criei o meu primeiro blog.

3. O que mais te agrada na blogosfera?
A diversidade de temas, as pessoas e o facto de terem sempre uma palavra carinhosa para nos dar mesmo quando não nos conhecem.

4. Que tipo de rubricas/assuntos gostas de referir no teu blogue?
As que tenho criadas, precisamente por serem sobre assuntos que me dizem muito. Adoro ler, adoro viajar, adoro ouvir música portuguesa, adoro fotografar, por isso achei que seria interessante partilhar isso, dando a conhecer os meus gostos, mas, principalmente, novos artistas e novos locais. 

5. Estás satisfeita com o crescimento que o blogue tem vindo a alcançar?
O blog fez um ano no passado dia 21 de Agosto e não podia estar mais feliz pela forma como tem crescido. No meu antigo blog não publicava todos os dias, mas neste já sinto essa necessidade. Tem sido um desafio e só espero que continue assim. 

Comentários

  1. Adoro a quote com que iniciaste a publicação e gostei imenso das tuas respostas, principalmente à segunda questão! ♥
    Beijinhos,
    www.theinsideofvogue.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. O teu blogue é fabuloso e escreves lindamente. Para além da música, sempre excelente.

    ResponderEliminar
  3. Adorei as tuas respostas. Não sei se alguma vez te disse mas o teu blog é de paragem obrigatória, todos os dias, para mim :) Adoro-o!

    ResponderEliminar
  4. Gostei imenso de te conhecer um pouco mais, partilho a mesma coisa em relação ao pão de forma e as viagens ;)
    beijinhos
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. És daquelas que vieram para ficar, sinto-o.

    Muito especial o teu encanto nas gavetas desvendadas.

    Que continues e não te preocupes com rótulos, os dons verdadeiros não precisam deles.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Adorei ficara conhecer-te melhor, quando li a resposta à 2ª pergunta (das 11 primeiras) até sorri porque me consegui identificar logo e porque simultaneamente dei por mim a pensar que deves ser uma pessoa maravilhosa!

    MORNING DREAMS

    Sofia Silva

    Beijos*

    ResponderEliminar
  7. adorei as tuas respostas, este desafio está a ser muito bom para que a gente possa conhecer melhor os outros bloggers.

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  8. O blog é um mundo mesmo bom!
    A começar por todo o carinho que recebemos :)

    ResponderEliminar
  9. Gostei muito das tuas respostas :) e parabéns ao blogue pelo 1º aninho que completou à umas semanitas :D que continue sempre assim, a crescer :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário