O que fala ao coração #12

By Andreia Morais - junho 02, 2014


«A minha ideia é que há música no ar, há música à nossa volta, o mundo está cheio de música e cada um tira para si simplesmente aquela de que precisa», Edward Elgar


Não passo um dia sem ouvir música. Esta semana voltamos a cantar a solo, no masculino e novamente em bom português. O artista escolhido pertence, na minha modesta opinião, à geração de jovens músicos com um talento infinito e cada vez mais evidente. A primeira vez que ouvi falar dele foi na última edição da Operação Triunfo, onde chegou a finalista, e desde aí nunca deixei de acompanhar o seu trabalho. Serei eternamente suspeita, até porque era dos meus favoritos, mas nunca me esquecerei da injustiça que foi vê-lo sair no final da quarta gala, depois de interpretar com tanta alma uma das músicas mais incrivelmente bem feitas até hoje: Por quem não esqueci.

O percurso na Operação Triunfo não foi o mais longo possível, mas a verdade é que não parou e a evolução tem sido notória. Não só a nível vocal, mas também a nível de interpretação. Cativou-me o timbre, a voz harmoniosa, a consciência do que cantava, o respeito que sempre teve pelas músicas que não eram suas, a maturidade e a diferença com que abraçava cada tema. Por isso, a curiosidade de saber o que faria a seguir era imensa. Até agora posso afirmar que nunca me desiludiu, muito pelo contrário, superou todas as minhas expectativas. E espero que continue assim. 

Em maio do ano passado tive a oportunidade de o ver atuar ao vivo, na Fnac do Gaiashopping, quando apresentou o seu álbum de estreia: «Vícios». Quando os artistas têm tanta qualidade sabe sempre a pouco. Não damos pelo tempo passar e sentimos que podíamos ficar ali a noite toda que não nos cansaríamos. Tem uma voz ainda mais bonita e que nos toca mesmo no coração, muito também por culpa das letras das suas músicas, que além de estarem muitíssimo bem escritas apresentam uma sonoridade que apetece ouvir em qualquer altura e lugar. Na altura faltou-me a coragem para ir falar com ele no final da atuação e dizer-lhe o quanto tinha adorado, não só as músicas, mas também o ambiente intimista que conseguiu criar. É certo que o próprio formato do concerto, ainda para mais no local onde foi, proporcionava isso mesmo, mas é preciso ter a atitude certa para nos envolver de tal forma e levar-nos a acreditar que estamos em casa, rodeados de amigos, num momento de descontração que não mais nos sairá da memória. 

Faz-se mesmo boa música em Portugal. Os seus originais são prova disso mesmo. E cada vez que ouço as suas músicas sinto sempre que o faço pela primeira vez, pois têm um toque especial a cada nova repetição. Não fui a única a render-me ao seu enorme talento, como se pode comprovar pelas visualizações que não param de crescer nos seus vídeos. Tenho mesmo de o voltar a ver ao vivo, e talvez dessa vez não me falte a coragem para o felicitar pelo trabalho fantástico que tem desenvolvido. Enquanto isso não acontece posso sempre rever os vídeos que fiz do concerto da Fnac. 

É daqueles artistas com A grande, sobretudo porque se nota a preocupação em fazer algo com sentido. Além disso tem vontade, dedicação e humildade. Aconselho a que não o percam de vista, porque se o primeiro grande trabalho já tem toda esta qualidade o que se segue será, seguramente, ainda melhor. É o próprio que garante que «haverá muito de si para ouvir». E eu não duvido. 


«João Bota, de nome próprio João Simões, foi um dos finalistas da última edição da Operação Triunfo, mas foi aos 15 anos que percebeu que a música ia ser o seu futuro. Começou pela banda "Rebel Inc." na qual ganhou o concurso nacional da festa do Avante, e mais recentemente fez parte da banda “Contrabandit” na qual percorreu o país em tour.
Em 2011, lança o EP "Tarde Demais" e agora estreia-se como João Bota, num disco que mostra as raízes musicais do jovem, e das suas influências. De notar que o álbum foi produzido por Lino Vinagre (Anger e Squeeze Theeze Pleeze) e conta com a participação de Jimmy P, Zim (NAD), Mic (NAD), Gang Band e Hornsters (Expensive Soul, Azeitonas, Pedro Abrunhosa, etc.).
"Faz Por Isso" é o tema de apresentação e conta com a participação do rapper Zim. O tema de estreia fez parte da banda sonora da telenovela "Destinos Cruzados" da TVI. O segundo single “Vício Meu” conta com a participação do Jimmy P e podem visualizar o clip na página oficial. "Vícios" já à venda nas plataformas digitais e numa loja perto de ti.

2014 será o ano de um disco novo assim como a continuação da tour iniciada em 2013, correndo grandes palcos do país».







Já conheciam? O que acharam? Qual a música que mais gostaram? Contem-me tudo, gosto sempre de saber a vossa opinião. E já agora, digam também o que estão a achar da rubrica.

  • Share:

You Might Also Like

23 comentários

  1. Uma boa descoberta.

    Gosto, sim e muito.

    Obrigado pela partilha.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Não conhecia. Não costumo ver esses programas, embora aceite que por aí se descobrem muito boas vozes. Para já ainda não me entusiasmei. Pode ser que com o tempo.

    ResponderEliminar
  3. Não o conhecia mas passei a ser fã. Esta rubrica é só boas músicas. :')

    ResponderEliminar
  4. Não conhecia, vou espreitar mais..
    Eu gosto da rubrica fico sempre a conhecer artistas novos :)

    ResponderEliminar
  5. Completamente desconhecido aos meus ouvidos, mas sabe sempre bem descobrir estas vozes que são abafadas pelo barulho comercial que passa no nosso país.
    Obrigado pela partilha, minha querida.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  6. resp blog oficial: eu acho que agora ainda está um pouco pobre a história, mas pretendo mudar isso c:

    ResponderEliminar
  7. resp blog oficial: Acredita foi um excelente fim de semana c:

    ResponderEliminar
  8. resp blog história: ahahah, tenho bastantes ideias, mas acho que vou tornar a história bem mais interessante porque vai dar uma grande volta :)))

    ResponderEliminar
  9. resp blog privado: é verdade, mas também acho que com um blog sem dar a identidade é possível mas é mais dificil criar ligação com as pessoas por de trás do blog, neste caso como já há uma imagem formada é muito mais fácil de criar ligação :$

    ResponderEliminar
  10. Acho que não me é estranho, mas como eu sou uma cabeça no ar não tenho a certeza! :) De facto, Portugal tem bons artistas. Pena não serem tão divulgados mudialmente! Quer dizer, se o Psy (ou lá como se escreve), consegue fazer sucesso com uma musica rasca a nivel mundial porquê que nós não fazemos? Enfim há-se lá perceber o gosto destas pessoas...

    Em principio vou para línguas e relações empresariais em Aveiro, mas não sei... tem alguma matemática e coisa assim,mas aquilo que já estive a ver das disciplinas (ou cadeiras como lá se chamam) não me parece que seja aquela matemática muito complicada...

    ResponderEliminar
  11. Não sei porquê mas as minhas colunas não estão a funcionar :( Mais uma coisa que eu estraguei, omg.
    Não conheço o cantor querida. R: Muito obrigada, estou tão feliz!

    ResponderEliminar
  12. Não o conhecia, confesso. Mas gostei :) Temos gostos bastante parecidos!

    ResponderEliminar
  13. resp: acredita, e o concerto do Justin Timberlake foi tão lindo *.*

    ResponderEliminar
  14. Gosto muito, obrigada querida!! :)

    Santi

    ResponderEliminar
  15. Amiga texto maravilhoso amei o play
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  16. Deixaste-me completamente sem palavras agora :$ É muito saber que as pessoas têm uma opinião tão positiva a nosso respeito :) Obrigada do fundo do coração, fizeste-me esboçar um enorme sorriso! Obrigada, obrigada, obrigada :')

    Beijinhos, princesa* ♥

    ResponderEliminar
  17. Espero bem que sim... É que, para mim sorte, o exame de português é a minha prova de ingresso.

    ResponderEliminar
  18. Descobri este Blog Hoje ;) Que bonito, Muitos Parabéns :)

    Cláudia Mascote

    http://lifeloveandphotograph.blogspot.pt/

    ResponderEliminar