1 de outubro de 2016

O que li por aí #48

Imagem retirada do google

«E poemas são escritos assim, de madrugada
Para te dizer que as nossas mãos são tão leves
E quando os nossos corpos se tocam
O vazio é perfeito
E o céu e o mar estão em nós...»